P183 (Pavel Puhov), 1983-2013, RIP

thumbMorreu um dos maiores, a alma russa afirmando-se através da arte contemporânea que não se prostitui em salões. E que se explicava: expressar a tua opinião é uma forma de defesa civil.  A obra fica, através da fotografia: veja mais trabalhos de P183

P183, o pintor que saiu do frio

Este slideshow necessita de JavaScript.

Chamam-lhe o Bankski por comparação com o artista de Bristol e ataca nas ruas de Moscovo. Consta que tem 28 anos e se chama Pavel, o que sabemos é que assina P183, e nos aparece como mais um génio das artes plásticas contemporâneas, feitas no único espaço onde a arte ainda faz sentido: a rua.

Deixo-vos também dois vídeos: [Read more…]