Irresponsabilidade

Eu, que gosto muito de ler o chileno Luis Sepúlveda, não resisto a citá-lo:

Estamos a viver, em muitos países da Europa, uma pobreza que queríamos esquecer, superar. Estamos a chegar a níveis de pobreza do pós-guerra, e não houve nenhuma guerra. Houve, sim, uma enorme irresponsabilidade dos ricos e dos nossos representantes.

(Jornal de Negócios,2 março 2012)