Pior era impossível

a ignóbil sobranceria e arrogância da tropa fandanga no conselho europeu.

Comments

  1. Rui Naldinho says:

    Diz Rui Tavares, no final do seu texto:

    “Neste momento, só um sobressalto do Parlamento Europeu rejeitando por inteiro as escolhas do Conselho nos salvaria. Não sei se virá, mas seria um gesto de revolta, de maioridade e de sanidade democrática.”

    Digo eu:

    Para que isso acontecesse, a ver vamos, pedia-se no mínimo que a maioria dos deputados eleitos tivessem um perfil psicológico similar ao de uma Ana Gomes, por exemplo. Já nem falo na Marisa Matias, para não dizerem que a deputada do BE é sempre do contra.
    Ontem tive a oportunidade de ver aquela mini entrevista dada pelo ex Ministro Pedro Silva Pereira; sempre em bicos de pés, tentando mostrar que também é gente, acerca da sua eleição como “Vice”, não sei bem de quê. Percebe-se logo pela conversa dele, que antes da reunião decisiva das nomeações, alguém comprou um cesto de cenouras, para que, distribuindo-as, mesmo que de forma atabalhoada, todos ficassem com o ego consolado.
    Sim, Rui Tavares.
    Ignóbil Porcaria!

  2. Samuel Clemens says:

    Gente com esta visão, que perda o Tavares não estar na Europa para mostrat o caminho! Este grande talento junto ao talento dos comentadores afins,quando no Parlamento Europeu,erguerão, pelo menos,um Novo Império Romano ! Ave Tavares !

  3. Paulo Marques says:

    Corrupção, nepotismo, austeridade, autoritarismo, falta de competência: a verdadeira face da união revelada nestas escolhas.
    Só me dá vontade de rir da cara dos eurófilos e os seus amanhãs que cantam das reformas que hão de vir em dias de nevoeiro; mas pouquinho, porque continuamos mesmo todos fodidos.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.