Quem se mete com o PS leva!

Parece que o Ministério Público quer dissolver o sindicato dos motoristas que fez frente ao Governo.
Sobretudo com a actual PGR, a falta de independência do poder judicial face ao Executivo parece evidente.
Claro, o novo sistema remuneratório dos Magistrados, que agora até podem receber mais do que o primeiro-ministro, teria de ter contrapartidas. Aqui estão elas.
Quem se mete com o PS, leva!

Comments

  1. Rui Naldinho says:

    “Parece que o Ministério Público quer dissolver o sindicato dos motoristas que fez frente ao Governo“

    Não me parece que o Ministério Publico tenha competência legal para dissolver o sindicato dos motoristas que fez frente ao governo, nem qualquer outro sindicato. E mesmo um Tribunal comum teria sérias dificuldades em fazê-lo. Agora levar o Senhor Pardal Henriques a tribunal por gestão danosa, como empresário, e condená-lo, já era capaz de acreditar, não fosse o MP e a Justiça em geral, aquilo que conhecemos.
    Quanto ao PS, sabemos da sua propensão para o contorcionismo, não fosse a própria Geringonça que agora tanto desdenham uma forma airosa de contorcendo-se, evitarem o seu definhamento, tornando-se num PASOK TUGA.
    O tempo se encarregará de provar que o PS sozinho é como um “vira latas”. Acabará por cair na ratoeira que a direita lhe montar.

  2. Hermínio Cerqueira says:

    Lamentável que se opine sem conhecer o caso nem a Lei !

    • Paulo Marques says:

      É verdade. Dissolver o sindicato por uma pequena violação dos estatutos, como li, é parvo, mas é essa a razão e qual a validade legal?

  3. Francisco Pereira says:

    A próxima atuação do PS e da PGR é propor a suspensão da assembleia da républica apos as eleições se o PS não conseguir maioria absoluta.

  4. Julio Rolo Santos says:

    Tanto disparate junto quando se pretende atingir um determinado fim.

  5. Maria Helena Donas says:

    E ONDE está quem lute CONTRA isto ?
    ONDE está a tal ” direita ,” ?!?!?!?!?

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.