A seção, o fato e o contato

Now let K be a homologically trivial transverse knot in a contact 3–manifold (M, ξ), with M oriented such that ξ is a positive contact structure. Let Σ be a Seifert surface for K. As in the definition of the rotation number, we make use of the fact that the plane field ξ|Σ is trivial. Choose a non-vanishing section X of ξ|Σ and push K in the direction of X to obtain a parallel copy K’ of K.

Hansjörg Geiges  (2008)

It is important to look at the results of this meta-analysis with a critical eye in light of two facts: the average training took place over the course of 20 days, and the L2 setting encouraged larger gains than the FL environment. […] [E]very attempt was made to contact the author(s) and retrieve necessary data. […] (The topic of generalization is discussed in more detail in the Discussion section of this article.)

— Sakai & Moorman (2018)

***

Efectivamente, a seção, o fato e o contato. Quando? Hoje. Onde?

No sítio do costume.

***

O recibo de vencimento dos liberais

Alguns “liberais” ainda não perceberam que o que permite a uma empresa pagar salário a um homem é esse homem ter abdicado, em nome da sua segurança e da civilização, do direito natural a tomar posse da empresa e do que ela afirma, com base em convenções jurídicas artificiais, ser sua propriedade.

Livro de Reclamações Electrónico

O Livro de Reclamações pode ser usado em linha no endereço www.livroreclamacoes.pt (caso a entidades em causa tenha aderido ao respectivo serviço).

Precisa de deixar a sua reclamação ou elogio, mas não o consegue fazer no momento? O seu comboio foi suprimido e quer deixar registado que isso aconteceu? O atendimento num serviço foi exemplar e gostaria de deixar um reforço positivo? Agora não precisa de ponderar sobre a importância do acto vs. o incómodo adicional de usar o Livro de Reclamações em papel.

Parabéns à DGC e à INCM pela iniciativa, especialmente quando algumas entidades usam o baixo número de reclamações para afirmarem que nada se passa com os seus serviços.