Ainda os problemas domésticos de Trump

Lê-se no PÚBLICO que Trump quer colocar termo ao processo de destituição por causa do conflito, por ele agravado, com o Irão.

“Perder tanto tempo neste embuste político, neste momento da nossa história, em que eu estou tão ocupado, é triste”, disse o Presidente norte-americano. Senador republicano Lindsey Graham propõe alteração das regras para concluir o processo nos próximos dias. [PÚBLICO]

Trump, homem de poucas subtilezas e muitas caganças, apenas verbalizou o óbvio. O ataque ao Irão foi uma manobra para tentar tirar o processo de destituição do radar mediático, sem olhar para as consequências.

Entretanto, sucedem-se episódios reveladores do caos que é esta presidência, de que são exemplos a carta enviada ao Governo iraquiano que previa a saída das tropas dos EUA e a ameaça de atacar “alvos culturais” no Irão. O primeiro caso foi entretanto declarado como tendo sido um engano e, no segundo, o Pentágono afirmou, pela voz do secretário da defesa dos EUA, que é proibido por lei atacar locais históricos e que os militares não têm planos para ataques.

Comments

  1. JgMenos says:

    Em tempos houve um grunho que batia com um sapato nas mesas; agora temos um cretino arvorado em chico-esperto da retórica que tudo que faz dá merda.

    • abaixoapadralhada says:

      O que mais me faltará ler no Aventar ?
      Um salazarista militante a atacar um fascista bronco ?

      E dizem estes cromos que são contra o politicamente correcto ?

      Nojentos oportunistas

      • JgMenos says:

        Ó debaixodasfraldas, as coisas que te espantam o bestunto embrutecido são as mais variadas…

        • José Peralta says:

          Ó “menos” !

          E por falar em grunhos que batem com um sapato nas mesas…

          …QUANDO É QUE VOLTAS A CALÇAR O SAPATO ?

          • abaixoapadralhada says:

            O grunho menor, se fosse frade franciscano andava de sandálias, mas como é Jesuita anda de bons e caros sapatos e não de botas

    • POIS! says:

      Pois!

      Citando: “Em tempos houve um grunho que batia com um sapato nas mesas”. Sim senhor, mas não era por cá.

      Por cá houve um grunho que andou toda a vida de botas e nunca se descalçou. Chamava-se António de uma árvore qualquer coisa.

    • Paulo Marques says:

      Só inveja…

  2. Paulo Marques says:

    E pronto, os líderes de um lado gostam do caos, os do outro são Trump, e vamos a isto, que está na altura de fazer de conta que alguém pode ganhar.

  3. Pedro Vaz says:

    O Trump bem tenta beijar o cu dos Sionistas para ver se eles lhe dão algum descanço mas não adianta nada.

    “O ataque ao Irão foi uma manobra para tentar tirar o processo de destituição do radar mediático, sem olhar para as consequências.”

    Isso são tretas de quem não percebe nada acerca de como o Mundo funciona, o processo de destituição não passa de pressão e sabotagem Sionista mas como eu já disse o Trump beijar-lhes o cu não adianta nada.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.