Conta o tempo que levas a ler isto.

Hoje termina Setembro e, como muitos sabem, este é o mês da prevenção ao suicídio. Amanhã é Outubro e as hashtags acabarão, a preocupação imensa das pessoas desaparecerá, mas a saúde mental continuará a ser um problema. Amanhã já podemos voltar a dizer “são coisas da tua cabeça”, “estás a fazer filmes”, “vai dar uma volta, que isso passa”. Amanhã podemos continuar a achar que as doenças mentais se resolvem “sendo forte” e lendo um artigo de uma guru licenciada no Instagram. Amanhã podemos continuar a usar exemplos de pessoas que sofrem para ajudar outros. Sim, porque toda a gente sabe que quando se parte uma perna o melhor a fazer é ligar a um amigo que já tenha partido a perna.
Deixem-se de hipocrisias e de falsos humanismos em troca de pontos sociais. Além de não ganharem nada com isso, há pessoas a perder bastante. A perder a esperança. E quando se perde totalmente a esperança, sabem o que acontece? Pois. De 40 em 40 segundos.

Comments

  1. Paulo Marques says:

    Se alguém me pedir, posso ouvir, que já não é pouco; mas dar esperança que não tenho, é difícil.

    • Francisco Figueiredo says:

      Já é um ótimo apoio para as pessoas que sofrem diariamente. Não tenho dúvidas!

  2. Carlos Garcez Osório says:

    Muito bom. Parabéns


  3. Aproveitem a Sharia CUVID enquanto não evoluiu para algo ainda melhor!

  4. Luís Lavoura says:

    Que mistura intragável. Mistura-se o suicídio com a doença mental, como se todo o suicida fosse um doente mental. Uma vergonha.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.