Já começou

Já era esperado e não tardou: o medo está de volta.

Vem aí a quinta vaga.

Os casos pelo Natal chegarão aos 2500 por dia e os mortos 20.

Vêm aí o terror. Preparem-se para o pior.

Comprem já tudo antes que seja tarde: bacalhau, cabrito, e papel higiénico. Pois no Natal, além de infectados e mortos, vamos ter prateleiras vazias. E, quiçá, não haverá brinquedos para as criancinhas.

O medo vai apoderando-se das mentes e, depois, dos comportamentos. E é uma arma terrivelmente eficaz para manipular massas, povos. Como, aliás, a história da humanidade, já demonstrou à saciedade.

Tenham medo. Muito medo. Pois haverá quem agradeça.

Comments

  1. Rui Naldinho says:

    A única coisa de que eu tenho medo neste momento é da remota hipótese do Dr. António Costa poder alcançar a maioria absoluta. Disso sim, tenho muito medo. Até tenho pesadelos. Da última vez foi uma tragédia. Se houver uma próxima, não sei se o Covid19 não acabará por ser tornar numa simples constipação, em face do que aí vem.
    Não há anti vírico que consiga controla o PS em toda livre.

    • Rui Naldinho says:

      Não há anti vírico que consiga controlar o PS em roda livre

    • Paulo Marques says:

      Acho que nem sem maioria absoluta; por alguma razão, parecem cada vez mais interessados num bloco de interesses.

      • Filipe Bastos says:

        por alguma razão…

        Alguma razão?

        Talvez o facto de o PS ser um gangue de chulos, trafulhas e sucateiros que usa o poder para fazer negociatas mafiosas e ruinosas? Não só agora, mas desde sempre?


  2. “uma arma terrivelmente eficaz para manipular massas, povos”, é o IVAaucher,,,

    • Paulo Marques says:

      Eu a pensar que era a dependência de combustíveis fósseis, afinal é o descontozinho dos mesmos.

  3. Alexandre Barreira says:

    …e para agravar….o Rangel “papa a coisa”….e o RR fica a “xuxar no dedo”…..!!!

    • Rui Naldinho says:

      Se ele quiser papar a coisa, o problema é dele. Que lhe faça bom proveito.
      Já bem diferente é se nós tivermos de papar com ele. Presumo que estaremos bem f*****s.

  4. Miguel says:

    Que parvoíce.

  5. Fernando Manuel Rodrigues says:

    Quem fez do Costa o que ele é hojefoi a extrema-esquerda, que o colocou no poder há seis anos. Agora “papem com ele”, e f…

    • Rui Naldinho says:

      Você ainda sonha com o Passos, como algumas viúvas com o vibrador.
      Enxergue-se homem. Se este é mau o outro era bem pior. Talvez não para si, respaldado num qualquer negócio de ocasião, mas para a maioria dos Portugueses Passos não passou de um oportunista.

      • Filipe Bastos says:

        Se este é mau o outro era bem pior.

        Cá está a intolerável tolerância à sucata xuxa.

        O Bosta consegue ser pior que Passos. Este foi eleito graças ao desastre do Trafulha 44, mas só iludia laranjinhas e otários, passe a redundância: sempre foi um lacaio de mamões.

        O Bosta é pior, ilude mais otários. É uma coisa viscosa que passa entre os pingos da chuva. Um pulha do pior.

        E, não esqueçamos, o PS passa por ‘esquerda’. Além de nos chular, roubar e arruinar, ainda denigre a esquerda.

        • Paulo Marques says:

          Engraçado, eu lembro de ficar com o ordenado cortado, com dois ordenados a menos, de outros ficarem com vários serviços fechados, de oferecermos a EDP e CTT com os preços e qualidade de serviço agora ser o que é. Mas, pronto, era melhor assim.

  6. António Claro says:

    E eis o Aventar trasformado numa pocilga imunda…
    Agora vai ser assim até 29 de Janeiro e, salvo distração, censuram os que se tentarem exprimir contra.

    • António Fernando Nabais says:

      Ora cá está o primeiro exemplo da enorme censura praticada no Aventar: o comentário do António Claro foi logo apagado. Foi, não foi?

    • Filipe Bastos says:

      A isso chama-se cuspir para o ar. Quando chama a algo pocilga, tem no mínimo de dizer como e porquê.

      Passo a vida a discordar dos autores; jamais fui censurado. No Blasfémias e n’O Insurgente sim, pratica-se censura e hipocrisia com fartura. Não no Aventar.

    • POIS! says:

      Pois ora se não censuram!

      Passam a vida nisso! E nos tempos livres ainda aproveitam para apagar comentários!

      Aliás, este comentário vai ser apagado! É Claro como água! Ardente!

  7. Paulo Marques says:

    Ui, ó Teixeira, está-se a esquecer do maior medo, está aí a INFLAÇÂO! BUUUUHHH. É preciso rapidamente cumprir o NAIRU, perdão, défice estrutural e precarizar mais, a bem da estabilidade!

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.