A União Soviética nunca existiu

Tal como certos e determinados camaradas do Partido Comunista da União Soviética foram desaparecendo “misteriosamente”, das fotos e da face da Terra, também Putin, experiente na arte de fazer desaparecer opositores políticos, pretende que a Ucrânia desapareça sem deixar rasto. As acções do Adolfo de São Petersburgo falam por si.

Azar o dele, a prática da lavagem cerebral torna-se menos eficiente do lado de lá das fronteiras russas, pese embora a adesão de vastas regiões do globo à propaganda, que a arrogância eurocêntrica, cheia de si, não consegue vislumbrar ou combater. Uma das traves mestras da sebenta fascista de Putin, é a ideia de que a Ucrânia não existe enquanto país, por resultar do colapso da URSS. Ora, por essa ordem de ideias, também a URSS nunca existiu como país, por resultar do colapso do império czarista. No limite, nenhum país existe, porque as fronteiras estão há séculos em constante mutação. Itália e Espanha seguramente não existem. Alemanha idem. Portugal também não tem grande esperança de existir, na medida em que resultou de um condado atribuído pela coroa de León a Henrique de Borgonha.

O mais triste nesta narrativa da não-existência da Ucrânia nem é a propaganda russa. Propaganda é propaganda, não é para levar a sério. O mais triste é mesmo haver quem viva numa democracia, com acesso livre a fontes informação sem censura, e acredite numa estupidez desta magnitude.

Comments

  1. jose Micaelo says:

    Comentário de merdaaaa

  2. Rui Naldinho says:

    “Claro, a União Soviética nunca existiu. Nem o JgMenos existe. Ambos não passam dum algoritmo”


  3. Já agora, Mussolini fascista e Hitler nacional socialista, o holocausto das SS do regime do Adolfo e seus alpacas de serviço, são uma mera ilusão. NUNCA EXISTIRAM !
    Oh João Mendes, que tipo de detergente é que nos quer impingir ?

    • José Peralta says:

      Luís Vieira Lopes

      “Já agora, Mussolini fascista e Hitler nacional socialista, o holocausto das SS do regime do Adolfo e seus alpacas de serviço, são uma mera ilusão. NUNCA EXISTIRAM !”

      Que tipo de detergente, está o sr. Luís Vieira Lopes, a impingir, talvez para “limpar” a imagem da URSS ?

      Porque o “Mussolini fascista e Hitler nacional socialista, o holocausto das SS do regime do Adolfo e seus alpacas de serviço, NÃO são uma mera ilusão”.

      Ou os crimes de qualquer ditadura, o “arbeit macht frei”, podem e devem sempre ser citados, para justificar, atenuar, “desculpar” os crimes de outra ?

      “Ah ! Do mal o menos ! Eu “desculpo” o Putin”, porque o Hitler e o Mussolini foram iguais ou piores que ele”…

      Porque só não sabe quem não quer, que todos os regimes comunistas, fascistas nazis, etc. os seus ódios, os seus gulags, os seus campos de re-educação “pelo trabalho” os seus Tarrafais, os seus “pogroms” de prisão, tortura e morte, os seus Auschwitz, estão perfeitamente documentados na História Mundial do Séc. XX…

      E só ir aos Compêndios !

      • Rui Naldinho says:

        Subscrevo o seu comentário.
        Há pessoas que acham só haver ditadores de uma cor.
        Lamento, há-os para todos os gostos. Da esquerda à direita. Até os há, sem saber para lado se hão-de virar.
        Ou melhor, para desgosto de muitos que sofrem com as atrocidades por eles praticadas.


      • Oh Peralta, o mundo não é um sim nem um não, ou seja, não é a preto e branco. Confundir a URSS com a Federação Russa, é como confundir o cu com as calças. A URSS era tal como todo o Pacto de Varsóvia, uma aglomeração imperialista e profundamente ditatorial, totalmente o contrário da ideologia socialista ou comunista de Marx. Insistir em se designarem como comunistas não significa que na realidade o praticassem.
        Em parte alguma me vê defender esse ditador que é PUTIN.
        Também não me vê defender a tal democracia ocidental tão pouco uma NATO que apenas serve os interesses do imperialismo Norte Americano e da sua prostituta, a União Europeia.
        Passo a citar e acrescento:
        «Porque só não sabe quem não quer, que todos os regimes auto designados como e por comunistas, fascistas, nazis, imperialistas invasores como tb os EUA, etc (acho que era o que designava como etc.), os seus ódios, os seus gulags, os seus campos de re-educação (Guantánamo e barcos prisão com torturas e assassinatos sumários) que navegam em águas internacionais.
        Ver mais em https://port.pravda.ru/news/mundo/1160-n/“pelo trabalho” os seus Tarrafais, os seus “pogroms” de prisão, tortura e morte, os seus Auschwitz, estão perfeitamente documentados na História Mundial do Séc. XX…

        E só ir aos Compêndios !»


  4. AH! Já me esquecia!… Sabe caro Peralta, sobre os crimes de guerra cometidos pelos AZOV sob ordens do regime Ucraniano (Poroshenko) antes deste cómico Zelensky, criado à pressa com um partido com o nome do seu programa cómico televisivo Servo do Povo (em ucraniano: Слуга народу). Escondendo assim os crimes graves cometidos em Donetsk e Lugansk, onde separatistas e lideres de partidos PROÍBIDOS (especialmente os que representavam a esquerda anti populista), foram encerrados em um armazém, ao qual foi ateado fogo com todos lá dentro (uma prática típica das SS de Hitler), cerca de 160 vítimas entre homens e mulheres), ainda uma escola com cerca de 80 crianças que foi atacada à bazucada, tudo perpetrado pelo batalhão AZOV, cuja siga é um sigla dos antigos SS “Os Einsatzgruppen”
    Até agosto de 2015, o escudo do batalhão Azov apresentava uma estilizada runa de lobo, o símbolo do sol negro e o brasão de armas da Ucrânia (tridente) nas cores da bandeira da Ucrânia, além do nome do batalhão.
    Runas são usadas pelo nazismo internacionalmente, por isso estão frequentemente associadas a esta ideologia.

    Não defendo a Federação Russa e muito menos Vladimir Vladimirovitch Putin, mas JAMAIS poderei defender uma estrutura neonazi como a que Volodymyr Olexandrovytch Zelensky defende no seguimento do golpista e 100% nazi, Petro Oleksiyovych Poroshenko, na Ucrânia.

    A UE e os EUA está a armar NAZIS e a tomar partido destes contra o já conhecido Imperialismo da Federação Russa, que foi apoiado por Donald Trump e pelas estruturas da NATO e CIA, tal como o MI6 entre outras secretas como a Mossad da ditadura Israelita, ainda a de outro criminosos e sanguinário país, a Arábia Saudita
    https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2018/05/eua-dao-ajuda-militar-secreta-a-sauditas-na-guerra-contra-o-iemen.shtml

    O preto e branco são a mera ilusão que a propaganda dos mídia nas mãos dos opressores que sob a bandeira da democracia ocidental, ostentam a mais pura ideologia populista do que de pior existiu no século XX.

    Pessoas como o Peralta, o Naldinho, etc., são meros protagonistas em busca de projecção pessoal, vendem-se barato e possuem sacos onde colocam tudo aquilo que lhes possa ofuscar esse brilho que procuram. No fundo são e apenas meros hipócritas, pilares de tudo o que de errado existe neste mundo.

  5. António says:

    Escreveu “O Adolfo de São Petersburgo” . só que o Hitler estava do lado dos ricos e poderosos e Estaline do lado dos TRABALHADORES e mais desprotegidos! Só mentes perversas e fascisantes, podem fazer tal comparação, além dos poderosos oligarcas, dos corruptos e dos atrasados mentais!

    • Paulo Marques says:

      Antes estivesse, mas mesmo segundo a sua ideologia, “esqueceu-se” de continuar a caminhar para o socialismo, como outros avisaram.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.