O FC Porto de Pinto da Costa é um circo


Não vale a pena virem falar do passado, dos milhares de títulos conquistados, dos 7 troféus europeus e mundiais e da transformação de um clube regional num clube internacional.
Pinto da Costa foi provavelmente o melhor dirigente da história do futebol. Mas hoje vive da gratidão de todos aqueles que, como eu, viveram toda aquela transformação. Vive do passado, mas a mim o que me interessa é o futuro.
A verdade é que Pinto da Costa e finito.
Há muitos anos. Embora Sérgio Conceição, com o seu trabalho, tenha vindo a esconder a incompetência de quem já não tem idade, nem energia, nem visão, para dirigir um clube como o FC Porto.
A incompetência de alguém cuja única preocupação, neste momento, é a de sustentar, com o dinheiro do clube, uma turba de comissionistas e de tachistas, na qual se inclui a sua família, dirigentes e empresários do seu círculo e uma guarda pretoriana constituída por macacos e macacas.
A venda de Francisco Conceição é só mais um episódio. Não perderam tempo. A macacada e os cartilheiros de serviço já foram instruídos. A culpa é do jogador e do seu pai. Que por acaso é o treinador. Não é de Pinto da Costa.
Nunca é.
Como não foi nas saídas de Luís Diaz, Fábio Vieira e Vitinha por valores ridículos. Como não foi na saída de outros tantos a custo zero. Neste caso concreto, não foi culpa sua estar a pagar-lhe 2 mil euros por mês e não ter renovado há muito tempo (logo que começou a jogar na equipa titular) o contrato e respectiva cláusula.
Eternamente grato a Pinto da Costa. Mas a gratidão não vai tirar o clube da falência em que ele o colocou, nem vai dar títulos quando já não houver um Sérgio Conceição a esconder os buracos dos outros.
É tempo de mudança. Os cobardes
que não tiveram a coragem de avançar até hoje que se deixem estar quietinhos. Não precisamos deles.
O mal está feito. Agora, é deixar partir de vez.
O seu sucessor vai receber um clube feito em mil fanicos. Um caos. E o FC Porto vai penar durante muitos anos. Mas também aí a culpa não irá ser de Pinto da Costa mas de quem o substituiu.
No fim de tudo, é tão triste que alguém tão grande não saiba sair da forma que merecia como é triste que o nobre sentimento da gratidão consiga obnubilar tudo o que está bem à vista de todos.

Comments

  1. Luís Barbosa says:

    Claro que não é culpado. Nem no FCP nem na justiça apesar de ser o cidadão português mais vezes constituído arguido.
    Por alguma razão o FCP passou, como alguns pensam, de clube regional a internacional … enfim, tem dias como todos os outros.

  2. Joana Quelhas says:

    Mas o FCP baixou à segunda ?
    Com portistas destes quem precisa de benfiquistas?

    Joana Quelhas

    • POIS! says:

      Ora pois!

      Resposta ás prementes questões:

      Primeira: Não. A segunda é que baixou ao FCP.

      Segunda: a indústria de turismo do Algarve. Precisa de benfiquistas, sportinguistas, portistas, boavististas, arrentelistas, portimonistas, etc. Há muita falta de mão de obra (*)

      (*) Paguem salários a sério e logo verão que aparecem logo adeptos. Resmas deles. macacos, macaquinhos e macacões.

  3. Enroscador says:

    Enquanto presidente, ele e os restantes que menciona, não vai ver o sol aos quadradinhos…

  4. Luís Lavoura says:

    Qual é o mal da saída e Francisco Conceição?
    Era um jogador tecnicamente habilidoso e muito aguerrido, mas que sistematicamente definia mal as jogadas. Onde ele metia os pés, nunca dava golo.

  5. Paulo Marques says:

    Já vejo o filme há muitos anos, e continua a não ser finito, que a malta está bem com isso. E como é só entretenimento, quando acabar há mais.
    Dói? Pois, é a vida. Há que pensar que os profissionais fizeram pela vida e fugiram do benfiquistão. Mesmo que seja para tentarem ser vedetas a ganhar balúrdios, continuam a ser quem trabalha que conta.

  6. António Campos Leal says:

    Não percebo nada de futebol aviso. Mas Francisco Conceição já há muito deve ter sido avisado pelo pai de que não tinha futuro no FCPorto. Fez umas arremetidas marcou uns golos mas é melhor ganhar uns trocos enquanto pode.
    Não sei porquê tanta agitação.

  7. Miguel Costa E says:

    Tudo isso e muito mais se vai saber, depois de Pinto da Costa abandonar o F.C.do Porto, ou talvez, quando vier a abandonar este planeta.

    • POIS! says:

      E quem é que disse…

      Que não vai continuar a dirigir o clube a partir de Marte? O Musk garantiu que se arranjavam uns hologramas para a malta da expedição continuar em presença dos que cá ficam.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.