Damnatio ad Bestias

damnatio_ad_bestias_tradicoesEm nome da “tradição“, venham de lá esses leões

Regresso ao passado

Parece que ontem, dia 20 de Junho, se cumpriu uma «tradição» em Braga, manchando a festa alegre que se pretende que o S. João seja. Uma tradição que não era cumprida há 98 anos. Saudosa, portanto!

Diz quem viu e até faz (má) locução na Tv Minho que foi «um momento bonito». Eu olho para aquelas imagens e ocorrem-me vários adjectivos. Nenhum deles será bonito. Bonito, bonito seria deixarem o Libório no seu cantito.

Foi-me garantido, ainda na véspera de tão fantástica ressurreição, por um amigo próximo que estava na organização de tamanha crueldade, que o animal não sofreria qualquer dano. Eu, conhecedora do comportamento humano quando em «matilha» e frequentemente em estado de pouca sobriedade, imaginava o que por aí viria.

Infelizmente, pelo que li de relatos de quem viu o acontecimento e foi mais imparcial do que o magnífico repórter da Tv Minho e pelo que vi nas imagens, a realidade foi mais ou menos como eu a imaginara.

[Read more…]

Soneto Bracarino*

“A Vraga do São João
Transita pela baleta
E deus Vaco, do garrafão
Fez dum vácoro bedeta.

Ai o binho, João, ai o binho
Mais santa é a voa vevedeira
De correr atrás dum vacorinho
Em vondosa vrincadeira.

Tudo tão vom e velo, criancinhas
Correi, correi, ó indolentes
No interbalo do binho e das sardinhas…

Correi, que ganham bossas mentes
Correi, que o binho é gasolina
Correi, correi, ó inocentes…

Fernando Castro Martins”
(via FB)
* a propósito de um retrocesso civilizacional acontecido hoje em Braga.