PSD:

Hoje, no Correio da Manhã, temos Moita Flores a apoiar Pedro Passos Coelho. Fiquei surpreendido. Pelo apoio e pela violência das palavras:

“Quem segue com atenção a vida do PSD não deixa de questionar, com perplexidade, quais as razões que levam a que os núcleos mais desgastados, embora poderosos, semana após semana, num rodopio frenético, testem uma procissão de candidatos, mais ou menos forçados, sebastiânicos, alguns feitos de barro, outros produzidos em laboratório. Aquilo que mais surpreende e desgosta é vermos inimigos jurados de ontem, abraçados, aplaudindo-se com o entusiasmo de um amor novo”.

Pela amostra, as próximas directas no PSD prometem.

E já que estamos a falar do PSD, o que dizer da reportagem na Madeira de Miguel Carvalho na Visão desta semana? Infelizmente não está online. É uma história com muitas estórias dentro dela e que merecem uma análise profunda.