Gaia, a silenciosa hecatombe do PS

Gaia: Variação dos resultados eleitorais entre as Autárquicas de 2017 e as Legislativas de 2019.

Vila Nova de Gaia: das Autárquicas de 2017 para as Legislativas de 2019, o PS perdeu em Gaia cerca de 35% dos votos. Passou de 85.118 para 57.891. Acresce que em 2019 houve quase mais 20.000 votantes que em 2017.

João Paulo Correia

 

João Paulo Correia

João Paulo Correia foi na última legislatura vice-presidente da bancada parlamentar do PS e coordenador da Comissão parlamentar de inquérito à Caixa Geral de Depósitos. Na sua declaração de interesses, disponível no sítio do Parlamento, João Paulo Correia apresenta-se como “Gestor”, declarando possuir uma licenciatura em Organização e Gestão de Empresas. Segundo essa mesma declaração de interesses, o deputado João Paulo Correia trabalhou durante dois anos como gerente de uma sociedade chamada “Sempre à Espreita”, da qual foi sócio-gerente entre 2005 e 2007, sociedade essa que se dedicava à cobrança de créditos. À parte esta curta experiência profissional tida há mais de uma década, João Paulo Correia nunca mais exerceu qualquer actividade profissional, tendo ocupado apenas cargos políticos e sociais.

[Read more…]

A Laranja mecânica de Gaia

A lista de candidatos do PS à Câmara Municipal de Gaia tem três ex-militantes do PSD nos oito primeiros lugares. O primeiro deles ocupa a quarta posição. Todos eles foram fidelíssimos colaboradores do Dr. Luís Filipe Menezes, ex-presidente da autarquia.

Não queria deixar, nesta ocasião, de endereçar um forte abraço aos (ainda) camaradas do PS Gaia, que há pouco mais de um ano aceitaram com grande coragem a medalha de Mérito Municipal entregue pelo seu querido líder ao Dr. Marco António Costa, vice-presidente do PSD e co-responsável pela “dívida astronómica” do município, que os camaradas tanto criticaram. Talvez agora compreendam melhor esse gesto bizarro.

Saudações socialistas.

V.A.M.

Os Truques da Imprensa Portuguesa e o jornal Público

No olho do furacão que envolve a página dos Truques da Imprensa Portuguesa e o jornal Público está uma notícia da jornalista Margarida Gomes sobre o presidente da Câmara de Gaia.

Essa notícia dá conta de uma rede familiar e de agentes políticos, associados ao autarca de Gaia, instalados nos órgãos sociais de IPSS com fortes ligações à Câmara Municipal. A notícia refere também um aumento salarial de 390% (o número peca por defeito) de que beneficiou a mulher do presidente da Câmara, funcionária de uma dessas IPSS, e informa que o assunto está a ser investigado pelo DIAP, tendo também sido reportado ao Ministro Vieira da Silva, a quem foi solicitada uma auditoria.

[Read more…]

Do incompreensível

© Mónica Joady

Ontem, dia 20 de junho de 2017, em pleno Luto Nacional pela catástrofe que assolou Pedrógão Grande e o país durante o fim de semana, antes ainda de terem decorrido os funerais das vítimas, o PS Gaia fez a festa de apresentação de mais uma candidatura autárquica.

Será este o sentido que toma a tal “grande consternação” e a “solidariedade com as vítimas” manifestadas pela classe política?

Na imagem (recolhida durante a sessão): Eduardo Vítor Rodrigues, secretário nacional do Partido Socialista e presidente da Câmara de Gaia, ao lado de Maria José Gamboa, candidata do PS a uma Junta de Freguesia, durante a sessão de apresentação da sua candidatura. Sem palavras.

Aqui pode ver-se o resto da festa.

© Mónica Joady

 

 

Marco António Costa e o Tosão de Ouro

publico_medalha

O jornal Público dá hoje nota de um comunicado do líder da oposição em Vila Nova de Gaia sobre a Medalha de Mérito Municipal que o presidente da autarquia, Eduardo Vítor Rodrigues, entregou nas comemorações do Dia do Município a Marco António Costa, responsável, nos últimos anos, pela gestão financeira da Câmara de Gaia, uma das mais endividadas do país.

Como era de esperar, o PSD aponta a contradição insanável, e ainda por explicar, do autarca socialista, capitalizando em seu favor esse paradoxo político que foi o de medalhar o “autor” da dívida que tanto se criticou e que serviu de argumento central à campanha das últimas autárquicas,  assim como para a justificação das dificuldades subsequentes na gestão da câmara.

Não é possível ao PS manter o silêncio sobre esta matéria, que já deu origem a saneamentos políticos por delito de opinião, continuando a fazer de conta que nada se passou e tratando os eleitores de Gaia sem o respeito que lhes é devido.

O silêncio do PS Gaia

img_4092-2

Fotografia: Público

img_4093
Algo bizarro se passa com o Partido Socialista de Gaia, que mantém um silêncio sepulcral sobre a atribuição da Medalha Municipal ao Dr. Marco António Costa.
Não tendo os militantes socialistas gaienses o dever estrito da coragem, pois nenhum mortal o tem, hão-de saber que o silêncio, em certas circunstâncias, é um sintoma perigoso da degeneração democrática, quando o medo fala mais alto do que a voz da consciência.

Gaia: um dia o feitiço vira-se contra o feiticeiro!

foto@jn

foto@jn

Entre 1997 e 2013 os executivos liderados por Luís Filipe Menezes fizeram uma obra notável em Gaia. Trouxeram o Município de Gaia do ” terceiro mundo “, em diversas áreas, para um patamar de excelência à custa de uma visão estratégica notável de Menezes, mas infelizmente também com custos elevadíssimos para as finanças da autarquia e para a dívida do Município que comprometem a gestão autárquica dos próximos anos.

Por isso li com atenção e interesse o texto do João Paulo sobre as evidentes dificuldades financeiras da autarquia de Gaia, mas entendo que o mesmo passa muito ao lado daquele que foi o responsável pelo pelouro financeiro da Câmara Municipal de Gaia, entre 2005 e 2011.

Essa pessoa tem um rosto e tem um nome. Chama-se Marco António Costa. Temos que ter a coragem, como diz o nosso sábio povo, de chamar ” os bois pelos nomes ” .

Aliás, fica-se com a ideia que Marco António tem tanto orgulho no trabalho que efectuou em Gaia que o omitiu no seu currículo de deputado na Assembleia da República! Ou será que o fez propositadamente porque considera ” cadastro ” a sua passagem ao longo de 7 anos pela Câmara de Gaia?

[Read more…]