“Uma cerimónia Kafkiana”

O dia a seguir de Luís Filipe Menezes

 

Leituras instrutivas e esclarecedoras: “O dia a seguir. Nunca é tarde demais”, de Luís Filipe Menezes:

“Tão mais surpreso fiquei quando o candidato, agora presidente [Eduardo Vítor Rodrigues], tivera quatro anos de servilismo oposicionista patético, estilo lambe botas permanente, e até fizera uma campanha baseada na afirmação, “Eu sou o legítimo sucessor de Menezes”!

(…)

Os novos autarcas de Gaia desdobraram-se então em conferências, declarações pomposas, até terminarem naquela cena do mais puro “erotismo político” em que Rui Rio foi convidado especial.
Uma cerimónia kafkiana!

Nessa festança, no Auditório Municipal de Gaia, assistiu-se à afirmação, feita pelo supremo dirigente socialista gaiense, de que Rio seria o seu ideal candidato presidencial em 2016. Gostava de o ouvir fazer essa afirmação de novo este ano quando das eleições legislativas e, porque não, em 2021 ou até em 2026. Mas o essencial da cerimónia, qual missa negra, visava a entronização de Marco António Costa com a medalha de mérito municipal! Surreal!

[Read more…]

Tradições familiares

Dezembro de 2016. Jornal PÚBLICO.

Já em Dezembro de 2016 o jornal PÚBLICO chamava à primeira página as “práticas familiares” na Câmara Municipal de Gaia, liderada pelo “socialista” Vítor Rodrigues.

Dizia o jornal que “familiares directos do presidente da Câmara de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, e do vice-presidente, Patrocínio de Azevedo, a adjunta da presidência e autarcas de juntas de freguesia, todos com responsabilidades políticas no PS, integram a direcção de três das principais instituições de solidariedades social do concelho, a quem a autarquia entregou o negócio das Actividades de Tempos Livres (ATL) nas escolas, que eram geridos pelas associações de pais.”

E mais adiantava o jornal que “a mulher do autarca, Elisa Costa, é vice-presidente da assembleia geral na Sol Maior, de cuja direcção faz também parte, como vogal, Margarida Rocha, adjunta do autarca e irmã do seu chefe de gabinete. Margarida Rocha, membro da comissão política concelhia do PS de Gaia, é um dos nomes apontados para integrar a lista à câmara nas autárquicas de 2017. Já o deputado do PS e presidente da Junta de Freguesia de Mafamude e Vilar do Paraíso, João Paulo Correia, preside ao conselho geral daquela IPSS, da qual faz ainda parte outro presidente de Junta de Freguesia, neste caso de Oliveira do Douro, Dário Freitas.

Mas havia mais: 

[Read more…]

A nova roda dos expostos

Acta Pública de Reunião Pública da Câmara Municipal de Gaia

 

Uns vão administrar a Galp, outros levam a família para o Governo. Outros ainda vão à Câmara  Municipal pedir esmola. Por que raio hão-de chapar na praça pública o nome completo destes últimos, como se não fosse já suficiente humilhação ter que pedir? Onde está a Comissão de Protecção de Dados? Onde está o respeito pelo mínimo de dignidade a que tem direito quem está aflito?

Paula Et al.

Bairro Social em Vila Nova de Gaia. 

O episódio ocorrido recentemente na cidade do Porto, envolvendo uma cidadã que recebeu ordem de despejo da Câmara Municipal, é apenas uma amostra daquilo que todos os dias acontece longe da vista. Neste caso concreto, há uma pessoa que, além de ter ficado sem casa, está a ser usada como arma de arremesso político, vendo exposta a sua vida e a sua intimidade na praça pública. A nossa política é isto. Alcançou este nível.

[Read more…]

Gaia é a cidade com mais desempregados do país

O Jornal de Notícias chama hoje à sua primeira página uma notícia sobre a descida da taxa de desemprego nos municípios portugueses, dando bizarro destaque à evolução desses números em Vila Nova de Gaia e apresentando este município como um “campeão” na descida do número de pessoas desempregadas. Acontece que o JN distorce completamente os dados, manipulando a informação e usando valores absolutos para comparar aquilo que só pode ser comparado com valores relativos de variação. Para o JN, se Gaia baixou o número de desempregados, entre 2012 e 2018, de 33.428 para 16.793, recuperando 16.635 postos de trabalho, teve uma evolução muito melhor do que Almada, por exemplo, que passou de 9.812 desempregados, em 2012, para 5.768 em 2018, recuperando “apenas” 4.044 empregos. O que o Jornal de Notícias omite é que, em termos relativos, que é o que interessa, Almada teve uma variação do número de desempregados de -58,7%, enquanto Gaia teve apenas de -50,2%, atrás de Almada, de Matosinhos e até do Porto.

[Read more…]

Gaia, cidade inclusiva

Uma coisa é a propaganda, outra a verdade.

Passeio junto ao Hospital (Gaia)

Gaia perde 400 postos de trabalho para Matosinhos

Quando exerci funções na Câmara Municipal de Gaia, uma das prioridades foi o relacionamento institucional com o governo da República Popular da China. Múltiplos projectos de cooperação foram levados a cabo, outros iniciados e muitos outros estavam em preparação. Acima de tudo, foi estabelecida uma relação de confiança que viria a permitir múltiplos benefícios para a população.

Até que alguém se lembrou, por motivos ainda mal esclarecidos, de mandar tudo por água abaixo, até com insultos diplomáticos no feicebuque. Outros tentaram expulsar-me do PS, com acusações grotescas – por falar nisso, por enquanto permaneço militante activo, as notícias eram um pouco exageradas.

O resultado de tudo isto começa a aparecer. Vila Nova de Gaia acaba de perder 400 postos de trabalho para a cidade de Matosinhos.
Tudo tem um preço e neste caso quem o vai pagar, como sempre, é a população desempregada de Gaia.

Importa-se de repetir?

Imagem: Internet. Observador.

“Eu tenho que dizer isto. Passaram por aqui todos aqueles que me tentaram abater politicamente. Que tentaram, a partir do gabinete do Presidente da Assembleia Municipal [Albino Almeida], orquestrar uma estratégia de destruição pessoal do Presidente da Câmara para perder as eleições no ano seguinte [Outubro de 2017], e pior do que isso, para trazer de volta o Dr. Menezes.”

15 de Junho de 2018, Eduardo Vítor Rodrigues, Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia.
Declarações, devidamente registadas, proferidas em audiência do julgamento realizado no Tribunal Judicial de Vila Nova de Gaia, onde foi condenado, por sentença de 7 de Novembro de 2018,  pelo crime de Difamação com publicidade e calúnia.

Albino Almeida, Presidente da Assembleia Municipal de Vila Nova de Gaia. Imagem: Expresso.

Afinal, quem mentiu sobre Marco António Costa?

Eduardo Vítor Rodrigues, Presidente da Câmara de Gaia. Imagem: internet

Em Outubro de 2016, o presidente da Câmara de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, escreveu uma carta ao Secretário de Estado das Autarquias Locais, Dr. Carlos Miguel, chamando-me mentiroso, por ter aqui escrito que ele tinha medalhado o Dr. Marco António Costa. Além disso, intentou um processo-crime por difamação.

O Ministério Público acaba de emitir despacho de Arquivamento desse processo, confirmando a veracidade do que aqui foi escrito. Que a entrega da Medalha de Mérito Municipal de Vila Nova de Gaia a Marco António Costa foi uma decisão de Eduardo Vítor Rodrigues.

Segue a documentação:

Excerto do despacho do Ministério Público e carta de Vítor Rodrigues ao Secretário de Estado das Autarquias Locais

Gaia é campeã nacional do desemprego

Vila Nova de Gaia continua a ser o município campeão nacional do desemprego, segundo dados do IEFP publicados recentemente. Os últimos números, que se referem ao mês de Junho de 2018, indicam que, no final do primeiro semestre, havia em Gaia 18.365 cidadãos registados à procura de emprego, número que é normalmente muito inferior ao número real de cidadãos de facto desempregados, uma vez que muitos destes já não estão inscritos e não fazem por isso parte da estatística.

[Read more…]

A política como dejecção moral

Num miserável e infame Despacho de Acusação, digno da mais persecutória polícia política, a Comissão Federativa de Jurisdição da Federação Distrital do Porto do Partido Socialista, Federação cujo vice-presidente é o actual presidente da Câmara de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, acaba de propor, como eu já aqui tinha antecipado, a minha expulsão do PS.

Uma das acusações infames nas quais a Comissão Federativa de Jurisdição baseia essa sentença de expulsão, é a de eu ter sido um “agente comercial” ao serviço da República Popular da China, enquanto exerci funções na Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia.

[Read more…]

Não há dinheiro

A nova “Praça do Atendimento” de Gaia

O Primeiro-Ministro vai a Gaia na véspera de S. João, comer umas sardinhas e inaugurar uma “Praça Municipal” que custou mais de dois milhões de euros e servirá, segundo a autarquia, para concentrar os serviços de atendimento ao público de duas empresas municipais. Esta “praça” foi construída nas traseiras do edifício principal da Câmara, numa zona que ainda há poucos anos tinha sido objecto de uma intervenção urbanística de envergadura e investimento muito consideráveis. Trata-se, pelos vistos, da tradução prática do lema “não há dinheiro”.

[Read more…]

Câmara de Gaia com queda brutal no Índice de Transparência Municipal

Fonte: Transparência e Integridade

Um dos grandes destaques do Índice de Transparência Municipal de 2017 é a brutal queda do município de Vila Nova de Gaia, que desceu 132 lugares no ranking nacional, ocupando nesta altura uma das últimas posições, mais exactamente o 254º lugar, num total de 308 municípios analisados.
O Índice de Transparência Municipal foi desenvolvido pela Transparência e Integridade, Associação Cívica, e permite aos cidadãos, segundo indica a associação, avaliar e aferir o grau de transparência de cada um dos municípios portugueses, através da análise da informação por eles prestada nos websites institucionais das Câmaras Municipais.
Todos os anos é publicado um ranking de municípios, como forma de “pressão social e incentivos para as autoridades locais melhorarem as suas ferramentas de comunicação e interacção com os cidadãos, com vista a uma governação mais aberta, responsável e participativa”.
Esta queda brutal da Câmara de Gaia, uma das maiores do país, no Índice de Transparência Municipal, é um sinal muito preocupante, tendo em conta não apenas os inflamados e radicais discursos a favor da descentralização, mas também um conjunto de notícias que vai justificando séria preocupação sobre o modo com a autarquia vem sendo gerida.

Gaianima: queixa fora de prazo determina absolvição

Segundo dá conta o Jornal de Notícias, na sua edição impressa de 26 de Maio de 2018, a absolvição dos arguidos do caso Gaianima (Vila Nova de Gaia) da acusação do crime de infidelidade, deveu-se ao facto de o actual presidente da Câmara de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, ter exercido o “direito de queixa” fora do prazo legal. É, realmente, muito azar.

[Read more…]

Teoria da conspiração

“Não me fotografam a mim, porque saberiam que comigo eu transformaria a máquina fotográfica num comestível e eles engoliriam a máquina fotográfica”
(…)
“Tiveram sorte, por quinze minutos, senão a máquina fotográfica iria ficar humedecida com o ácido estomacal de cada um deles.”

Eduardo Vítor Rodrigues | Reunião Ordinária da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia | 8 de Janeiro de 2018

 

“Uns porcos fascistas, sob anonimato, puseram a circular uma cena a dizer que eu dei emprego a toda a família na Câmara. Como isso é totalmente mentira, vai para tribunal. Como são anónimos, escapam a levar na tromba.

Eduardo Vítor Rodrigues | Presidente da Área Metropolitana do Porto | Facebook | 19 de Janeiro de 2018

 

Teoria da conspiração

Por Eduardo Vítor Rodrigues*

“A liberdade de expressão é um direito assegurado constitucionalmente a todos os cidadãos. Revisitemos a Constituição da República no seu Artigo 37.º (Liberdade de expressão e informação), no seu número 1: “Todos têm o direito de exprimir e divulgar livremente o seu pensamento pela palavra, pela imagem ou por qualquer outro meio, bem como o direito de informar, de se informar e de ser informados, sem impedimentos nem discriminações”.

[Read more…]

Sobre o comportamento de cidadãos investidos em funções públicas

A política externa é uma das mais importantes vertentes do governo de qualquer Estado. É assim desde que há Estado e era assim mesmo antes de o Estado existir. A sua importância releva não apenas da evidência do mundo, lugar plural onde a humanidade evolui de acordo com as características do tempo, do lugar e do modo, mas também da necessidade de partilha, comunicação e construção que essa experiência traz, sendo isso, afinal, que toma o nome de civilização.
Depois de a política externa nascer de uma necessidade primária de convivência e conhecimento, ela dirige igualmente a troca, os momentos diversos onde se manifesta a influência que uns povos exercem sobre os outros e o modo como, necessariamente, defendem em face deles a sua própria visão do mundo e a estratégia de crescimento nele.

[Read more…]

Presidente do Conselho Metropolitano do Porto julgado pelo crime de difamação agravada

A decisão do Juízo de Instrução Criminal do Porto, onde decorria a instrução do processo-crime em que Eduardo Vítor Rodrigues, também presidente da Câmara Municipal de Gaia, é arguido, foi hoje conhecida. A Decisão Instrutória refere que “a prova recolhida em inquérito e aquela produzida em instrução é capaz de passar e ultrapassar a presunção de inocência do arguido [Eduardo Vítor Rodrigues] e o princípio in dubio pro reo; ponderando na sua globalidade os indícios recolhidos, não subsiste dúvida razoável sobre se o arguido efectivamente cometeu o crime (…).

Assim (…) PRONUNCIA-SE o arguido Eduardo Vítor de Almeida Rodrigues, pelos factos e imputação jurídica constantes da acusação contra si deduzida.

O arguido aguardará os ulteriores termos processuais na situação coactiva em que se encontra (termo de identidade e residência)”.

O literato edil gaiense, que quando não está no feicebuque a insultar outros cidadãos de modo torpe e escabroso, tem tempo para ser dirigente nacional do PS, presidente do Conselho Metropolitano do Porto e ainda dar aulas de filosofia, terá a oportunidade de se explicar no banco dos réus, desiderato para o qual certamente continuará a contar com a preciosa ajuda dos estanques deste mundo. E até do outro.

 

Caves de Vinho do Porto: RTP diz que “existem problemas” com o World of Wine

identificados pelo Vice-Presidente do ICOMOS, que teme pela preservação do Património Mundial.

Ainda a Disneylândia do Vinho

Na sequência de um conjunto de textos aqui publicados sobre a “Disneylândia do Vinho”, empreendimento que irá nascer na zona das Caves de Vinho do Porto, em pleno Centro Histórico de Gaia, destruindo um património histórico e arquitectónico de valor incalculável, o promotor do projecto – o senhor Adrian Bridge – deixou na caixa de comentários do Aventar um “esclarecimento” ao qual é agora oportuno regressar.

Escreveu, no dia 21 de Julho de 2017, o senhor Adrian Bridge – também proprietário do Hotel Yeatman – que a imagem que estava a ser por mim utilizada para ilustrar o empreendimento World Of Wine não correspondia ao projecto “aprovado” pela Câmara Municipal de Gaia, muito embora tivesse sido como tal divulgada pela Câmara e pelos próprios promotores. E como não correspondia, o senhor Adrian Bridge teve a gentileza de fornecer a ligação electrónica para a “imagem correcta”, segundo as suas palavras, que constava de um artigo do Jornal PÚBLICO.

[Read more…]

Um incompetente que lê o Aventar é um incompetente informado

O “antes” (19/11/2017) e o “depois” (20/11/2017) da página oficial da C.M. de Vila Nova de Gaia (Clique para aumentar)

Num texto aqui publicado ontem, 19 de Novembro, sob o título “Gaia cai dois lugares no ranking nacional das exportações”, dava-se nota da dificuldade que o executivo da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia tem em fazer contas simples, confundindo valores de uma disparidade monumental, relevando incompetência e ignorância sobre a estrutura económica do concelho cujos destinos políticos comanda.

Ainda assim, dá-se o caso de a autarquia gaiense ter um alarme ligado ao Aventar e a incompetência ter sido prontamente disfarçada e o erro corrigido. Infelizmente, o ridículo não se apaga, nem a inépcia se cura com alarmes. E não tem que agradecer.

Gaia cai dois lugares no ranking nacional das exportações

Os recursos públicos afectos à propaganda nem sempre conseguem disfarçar a genuína incompetência de quem propagandeia, antes a acentuam e deixam exposta ao juízo dos observadores menos desatentos. Vem isto a propósito de a Câmara Municipal de Gaia ter feito alarde de uma estatística recente que, alegadamente, aponta a cidade da margem esquerda do Douro como “o terceiro município mais exportador do Norte”. Para justificar tal sucesso, a Câmara Municipal explica, com grande destaque no seu sítio institucional da internet, que “No ano em que as empresas da Região (Norte) venderam para o estrangeiro mercadorias no valor global de 20,5 mil milhões de euros, Gaia foi responsável por 6,8% dessas exportações – num total de 139,4 milhões de euros -, estando na terceira posição, ao lado de Guimarães”.

[Read more…]

A Câmara de Gaia e a Maçonaria #2

A original Loja União Portucalense foi fundada em Vila Nova de Gaia no dia 13 de Abril de 1842.

Da identidade dos seus fundadores apenas se conhecem os nomes “simbólicos”, tendo sido eles Camões, Lusitano, Polião, Cúrcio, Ramiro, Adriano e Tito. Sete, como se exige. O nome da Loja foi sugerido pelo membro de nome Ramiro e a sua primeira sede situava-se em Gaia, embora algum tempo depois da sua fundação passasse a funcionar na cidade do Porto, mais precisamente na Rua do Bonjardim.

[Read more…]

Ainda as refeições escolares

Reiterando a concordância com a posição assumida publicamente pela deputada Catarina Martins, do Bloco de Esquerda, sobre a necessidade de regresso das cantinas escolares à esfera de responsabilidade do Estado, designadamente através da contratação directa de profissionais de cozinha que confeccionem as refeições nas próprias escolas e sejam responsáveis pela aquisição dos bens alimentares, não deve, porém, deixar-se de relevar o seguinte:

[Read more…]

A Câmara de Gaia e a Maçonaria

Uma longa história que, certamente, valerá a pena revisitar um dia. Com calma.

A Ponte Luís I

 

A Ponte Luís I é um dos mais importantes monumentos partilhados pelas cidades do Porto e de Vila Nova de Gaia. Todos os dias é atravessada por milhares de pessoas. A sua história estará para sempre ligada a estas duas cidades e o seu contributo para o sucesso presente da economia do turismo parece ser inegável. E sendo esse sucesso tão grande, resultando dele tanto lucro para agentes privados, que exploram o que é de todos, e agentes públicos, aos quais cabe cobrar os respectivos impostos e preservar o que a todos pertence, não é fácil de compreender o estado de degradação a que chegou uma tão importante Obra de Arte.

[Read more…]

A Laranja mecânica de Gaia

A lista de candidatos do PS à Câmara Municipal de Gaia tem três ex-militantes do PSD nos oito primeiros lugares. O primeiro deles ocupa a quarta posição. Todos eles foram fidelíssimos colaboradores do Dr. Luís Filipe Menezes, ex-presidente da autarquia.

Não queria deixar, nesta ocasião, de endereçar um forte abraço aos (ainda) camaradas do PS Gaia, que há pouco mais de um ano aceitaram com grande coragem a medalha de Mérito Municipal entregue pelo seu querido líder ao Dr. Marco António Costa, vice-presidente do PSD e co-responsável pela “dívida astronómica” do município, que os camaradas tanto criticaram. Talvez agora compreendam melhor esse gesto bizarro.

Saudações socialistas.

V.A.M.

SIRESP não funciona em Vila Nova de Gaia

Quem o afirma é Fernando Curto, presidente da Associação Nacional de Bombeiros Profissionais, sem ter sido desmentido pelo responsável da Protecção Civil de uma cidade com mais de 300 mil habitantes.

 

O fim da Caves de Vinho do Porto

O jornal PÚBLICO noticia que arrancou hoje um projecto imobiliário e turístico no coração do Centro Histórico de Vila Nova de Gaia, implicando a destruição de centenários Armazéns de Vinho do Porto e uma intervenção que afectará uma área superior a 30 mil metros quadrados numa das mais belas e exclusivas paisagens urbanas do mundo.

De facto, esta zona da cidade de Gaia é conhecida mundialmente pela beleza da sua textura arquitectónica única, dominada pelos telhados dos seus Armazéns, as famosas Caves, que estabelecem com o Rio e o núcleo urbano da Ribeira do Porto um cenário cuja beleza não se repete em lugar nenhum do mundo.

O que se iniciou hoje foi o fim desse património intemporal, que se constitui como pilar da identidade não só desta região, mas do próprio país, e que agora se prepara para uma total descaracterização, vendo-se transformado num centro comercial a céu aberto, com o pomposo nome de World of Wine.

Segundo a notícia, o projecto previsto para o local, contíguo ao Hotel Yeatman e que implicará a demolição e total descaracterização dos antigos Armazéns, é uma espécie de Disneylândia do vinho, um corpo estranho ao perfil histórico, sociológico, estético e arquitectónico do local, onde abundará o cimento e o vidro, dedicado aos turistas e prevendo uma “Praça”, museus “interactivos”, 12 restaurantes e, como não poderia deixar de ser, um parque automóvel com capacidade para 150 viaturas. Tudo isto no coração do Centro Histórico de Gaia e com os portugueses a servir à mesa, como bons criados.

[Read more…]

China, estratégias locais e globais

O Primeiro-Ministro, António Costa, encontra-se neste momento de visita oficial à República Popular da China. No encontro que este sábado, 8 de Outubro de 2016, manteve com o líder chinês Xi Jinping, António Costa agradeceu o “apoio decisivo” dado pela República Popular da China à candidatura de António Guterres ao cargo de Secretário-Geral das Nações Unidas.
Segundo noticia a Rádio Renascença, este agradecimento do Primeiro-Ministro português foi o primeiro ponto do programa da visita oficial à China, durante o encontro com o Presidente da Assembleia Nacional Popular, Zhang Deijiang, e posteriormente reiterado ao Presidente chinês, Xi Jinping.

António Costa recebido pelo líder chinês, Xi Jinping

António Costa recebido pelo líder chinês, Xi Jinping

[Read more…]

Eduardo Vítor Rodrigues tem medo de Marco António Costa?

mac_condecoração_gaia
Aqui há atrasado, perguntei de que tinha medo Eduardo Vítor Rodrigues, Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia.
Devia antes ter perguntado de quem tinha medo Eduardo Vítor Rodrigues. A resposta, que ficou subentendida nesse post, pode ser dada com uma outra pergunta: Eduardo Vítor Rodrigues tem medo de Marco António Costa?
E a essa pergunta pode seguir-se outra, mas essa vale um milhão de euros: Por que razão Eduardo Vítor Rodrigues tem medo de Marco António Costa?
Todos temos direito aos nossos medos, claro. Eu, por exemplo, tenho medo de acordar repentinamente dentro de um caixão debaixo da terra e nada poder fazer para sair de lá. Ou de aparecer a boiar num rio para os lados de Valongo, logo eu que nado mal.
Já Eduardo Vítor Rodrigues, vá-se lá saber por quê, se calhar tem medo de Marco António Costa. Não sei se tem, mas pelo menos parece.
Se não tivesse medo, [Read more…]

%d bloggers like this: