Uma reportagem no país real

A Estamo é a empresa do grupo Sagestamo vocacionada para a compra ao Estado ou a Outros Entes Públicos e a privados de imóveis para revenda, para arrendamento ou para alienar após acções de promoção e valorização imobiliária dos mesmos.

Numa reportagem para TVI Rui Araújo foi à Estamo, uma empresa pública vocacionada para o enriquecimento de investidores numa teia de subornos, cunhas (outra vez o mesmo tio de Sócrates), ameaças, inspectores da Judiciária cheios de coincidências, processos arquivados, o supermundo dos negócios que vendem o que foi património do estado e vai mais uma vez enriquecer vigaristas bem colocados e disponíveis para distribuir parte dos lucros pelos abutres. Os abutres, de tanta estamo.

Se não viu, e se não enjoa,

Actualização: fica aqui a reportagem

Parte 1

[Read more…]

Rui Araújo, um jornalista de letra pequena, e uma reportagem muito grande

Confesso que nem sabia onde parava o Rui Araújo, que entre outros títulos distintos ostenta o de primeiro repórter português a entrar em Timor-Leste ocupado. Numa altura onde se confunde jornalista com licenciado em jornalismo, onde a investigação anda muito mais Cabrita que Felícia, sabendo que essa é a lógica dos donos dos órgãos, que investigar pode mesmo ser  perigoso, encontrei-o hoje a contar a estória do “maior aterro nacional”.

Demolidor, Rui Araújo demonstra, encosta, narra, mais um processo e vários crimes que nunca existiram, até porque hão-de prescrever  a tempo de evitar chatices a muito boa gente, gente dos poderes, políticos, e outros dinheiros.

Podem vê-la, 30 minutos a não perder. Recomendado a estômagos sensíveis apenas depois de uma refeição ligeira. Há sempre o risco de vomitar.