Uma reportagem no país real

A Estamo é a empresa do grupo Sagestamo vocacionada para a compra ao Estado ou a Outros Entes Públicos e a privados de imóveis para revenda, para arrendamento ou para alienar após acções de promoção e valorização imobiliária dos mesmos.

Numa reportagem para TVI Rui Araújo foi à Estamo, uma empresa pública vocacionada para o enriquecimento de investidores numa teia de subornos, cunhas (outra vez o mesmo tio de Sócrates), ameaças, inspectores da Judiciária cheios de coincidências, processos arquivados, o supermundo dos negócios que vendem o que foi património do estado e vai mais uma vez enriquecer vigaristas bem colocados e disponíveis para distribuir parte dos lucros pelos abutres. Os abutres, de tanta estamo.

Se não viu, e se não enjoa,

Actualização: fica aqui a reportagem

Parte 1

Parte 2

Parte 3

Comments


  1. Obrigado meu caro Cardoso.

    Perante a TOTAL omissão dessa noticia nos nossos jornais, rádios e televisões pensei que tivesse sonhado. Afinal passou mesmo na televisão no dia 24/1/2011 (o ser no dia seguinte ao das eleições presidenciais e uma semana antes da MMG voltar ao ecrã na SIC foi absoluta coincidência)

    Sobre a reportagem: O Rui Araújo que vá é para Timor e deixe a malta em paz, quem ele pensa que é a colocar em causa o sossego e o bom governo onde nós ESTAMO?

    Aposto que o Sampaio também irá PESSOALMENTE, atenção dizer que têm todos um ‘Elevado nível moral’…

    Pena já ter falecido o Padre Américo que poderia testemunhar que são todos bons rapazes.


    • Estimado Carlos Alberto ,
      Tem excelente memória, mas Timor pertence irremediavelmente ao passado. Estou a preparar outra reportagem ainda mais assustadora sobre o mesmo tema. O silêncio generalizado da imprensa que menciona não me preocupa. Faço jornalismo para os cidadãos, não para a “classe” a que pertenço (sem pertencer, felizmente). Continuo a pensar que a Informação é um serviço (por oposição a uma mercadoria).
      Abraço,
      Rui Araújo
      Jornalista
      rmaraujo@tvi.pt

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.