A lógica do Imperador

O Expresso continua sob forte ataque por parte de poderosas forças nacionais. Depois do episódio do passado Sábado com as secretas, desta vez foi o  imperador Jardim que decidiu cortar relações com o “Grupo Expresso” (pensei que fosse um semanário, mas o imperador é um homem esclarecido, ele deve saber do que fala…).

Segundo o comunicado enviado ontem ao dito “grupo”, o Governo Regional decretou o fim de “qualquer colaboração” com o Expresso porque esses danados contrataram uma correspondente que desagrada à corte de João Jardim. Parece-me um motivo sensato: não gostamos dela, adeus!

Será que Marta Caires é uma infiltrada de uma qualquer sociedade secreta, daquelas que existem mesmo, controlam mesmo e que João Jardim recentemente denunciou como estando em “cópula” com o actual Governo? Talvez. Mas Jardim tem o seu próprio Bilderberg na Madeira e não, neste cenário ele não é o Balsemão, e mais um Rockafeller ou um Kissinger.

A hostilidade do jornal do único membro permanente no Clube Bilderberg em Portugal é intolerável para o imperador circense da região autónoma. E de hostilidade percebe ele! Mas, por esta ordem de ideias, não devia o “Contenente” cortar também relações com o GR da Madeira? Pelo número de insultos provenientes da Pérola do Atlântico endereçados aos mais variados dirigentes nacionais, da esquerda à direita, talvez esteja na hora de cortarmos relações com o regime Jardinista. Isto pela lógica do imperador claro!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.