Toda a Gente Bate na Guida

Guida Rebelo PintoReparei só agora que há uma montanha de meses nem eu escapara à grande sublimação nacional que consiste em bater de vez em quando na escriba Margarida Rebelo Pinto por qualquer coisa que diga ou qualquer coisa que escreva. Já nem me lembro a que propósito a sovei, salvo seja, com que post mortífero, mas também a mim, na altura, me pareceu bestial fazer opinativamente de Carrilho e partir inopinadamente para cima dela, salvo seja. Brilho fácil. Glória ainda mais fácil. Ora, a Guida acaba de nos dar mais uma oportunidade com o que ousou ensaiar dizer em defesa deste Governo e de algumas das suas medidas e políticas. Foi no programa Bom Dia Portugal, RTP 1.

Como bater na Guida é demasiado fácil, glorioso e imbecil, vou tentar fazer o contrário. [Read more…]

Marte

planeta-marte

“Saco de Brita”

Margarida Rebelo Pinto_saco-de-britaÉ isso, Bruno Nogueira.

Números do emprego e fraude intelectual

Zan_Zig_performing_with_rabbit_and_roses,_magician_poster,_1899-2

Por qualquer razão tinha Pedro Romano em conta de alguém com alguma honestidade intelectual. Tinha. Escrever um relambório, para não lhe chamar vomitório, sobre uma anunciada descida do desemprego está ao nível do milagre económico de S. Pires de Lima.

No 3º trimestre de 2012 tínhamos, segundo as estimativas do INE, 4 656 300 empregados. Em 2013 e para o mesmo período são 4 505 600, menos 2,2%. Claro que entretanto a taxa de desemprego baixou porque a emigração cresceu, num país onde a economia tem sido meticulosamente destruída por devotos do deus mercado, uma religião que tem por prática a crucificação dos outros. Pior ainda: subiu o emprego em 9,4 % numa categoria que diz tudo: trabalhadores familiares não remunerados e noutra, subemprego de trabalhadores a tempo parcial cresceu 5,5%. Estamos no bom caminho, temos mais escravos e donas de casa. [Read more…]

Novas da democracia (II)

Criticas José Eduardo dos Santos? Vais preso! Bem-vindo a Angola.

Novas da democracia

Discordas da UE? Tens opiniões contrárias às da UE? Queres criticar a UE? Vais preso. Notícias gregas. Gregas, para já.

Manuel Maria Carrilho pergunta

Mas, afinal, para que é que eles servem? Eles são os economistas, claro

A minha dúvida não é exactamente a mesma, mas, admito, existem bastantes semelhanças:

Mas, afinal, para que é que ele serve? Ele é o Acordo Ortográfico de 1990, claro.

MMC

“1% para a Cultura” II

1% pára a Cultura? Não, não pára. Para. Sim, preposição: para. Claro.

“1% para a Cultura”

Sim, há quem se manifeste pela Cultura. Nem tudo está perdido.

Bater na Merda

É o que Bruno Nogueira faz magistralmente; antes assim que fazer de Margarida Rebelo Pinto ministro de uma merda qualquer.

É a emigração, estúpidos

Desce a taxa de desemprego, diminui o número de empregados. Assim se arrasa a economia.

Revolução de Outubro – 96 anos

Foto de Pascoal Sousa

Foto de Pascoal Sousa

Há 96 anos deu-se a Revolução de Outubro. Com todos os erros e desvios – não há sistemas perfeitos – foi um marco único na história da humanidade. O povo tomou nas suas mãos o seu destino. O “Estado social” europeu foi criado para procurar igualar todas as conquistas dos trabalhadores na URSS. Não conseguiu e está a ser dizimado todos os dias, em todos os países, agora que não equilíbrio de forças sem  socialismo a leste. No entanto, “as derrotas no caminho da libertação são temporárias e comportam sempre lições”. Saibamos retirá-las, estudá-las e o futuro voltará a ser de todos nós, como um dia foi depois da ocupação do Palácio de Inverno czarista. [Read more…]

Novas de um Reino Despovoado

No terceiro trimestre de 2013, a taxa de desemprego em Portugal fixou-se nos 15,6%.

O Estrangeiro

o estrangeiro

No centenário do nascimento de Albert Camus, a adaptação cinematográfica de Luchino Visconti (1967 ) do romance O Estrangeiro. Com  Marcello Mastroianni e Anna Karina.

Legendado em português, ficha IMDB.

Veja no Youtube.

Então sejemos fracos com a língua

É oficial: o governo reformou o verbo ser. O estado também ficará assim?