Livro de reclamações de Portugal para o Brasil!..

FLAN Colectivo

Um belo e criativo blogue com um grande post: Povo e Banqueiros.

Um Jardim Japonês

Momiji at the Seattle Japanese Garden.

O mundo a um passo de se tornar um lugar melhor…

…para mulheres, dissidentes políticos, e democratas em geral. A liberdade tem motivos para comemorar!

Ratos de sacristia direitolas

Não sou muito de trazer para aqui coisas que escrevo no Facebook, mas às vezes salta-me a tampa e por isso aqui vai:

São os subsídios de tostões que o incomodam? Não o perturba o subsídio de milhões que é dado à EDP e que lhe garante rendas fixas mesmo que a população consuma menos energia? Não o perturba os subsídios dados aos colégios privados ao mesmo tempo que se corta na Escola Pública? Sabe que o Estado gasta mais dinheiro com os colégios privados do que com o Rendimento Social de Inserção? Os subsídios aos ricos, está visto, não o incomodam. Só o incomodam os subsídios aos pobres. E depois se calhar é dos que vai para a Igreja bater no peito!

(a propósito de um parvalhão qualquer, certamente rato de sacristia direitolas, que dizia qualquer coisa como isto no mural de um amigo: «Para mim, Eduardo, o problema dos subsídio-dependentes é que enquanto lhes dermos tudo eles não se preocuparão com mais nada. Recebem subsídios para as despesas, as Conferências Vicentinas apoiam com comida, na escola e na saúde nada pagam. Será que vão trabalhar???)

Confirma-se: a culpa foi da Nossa Senhora

Paulo Portas tinha razão. A culpa do naufrágio do Prestige não é dos homens.

bitter pillow # 2

ALmofadas da Amargura # 2.

Um novo espaço de apoio às pessoas portadoras de deficiência

sim, nós fodemos

Sim, nós fodemos (disponível no Facebook) pretende chamar a atenção para as necessidades sexuais das pessoas com diversidade funcional.
Durante muito tempo foi (e infelizmente continua a ser) ignorada a necessidade que TODOS os seres têm de relações sexuais.
Lembro-me de ter sido superficialmente abordado esse assunto nas minhas aulas de Educação Especial. Lembro-me de ter lido algumas teses sobre o assunto e em todas se confirmava o lógico: as pessoas com deficiência mais ou menos profunda necessitam também elas de sexo. É algo de biológico, de absolutamente irracional. Todos precisamos de sexo para funcionarmos melhor. O sexo aumenta a nossa auto-estima, faz-nos sentir vivos e atraentes. Podemos ser a maior avantesma, um camafeu, mas naquele momento somos quem aquela pessoa deseja. Somos quem lhe dá prazer e a quem aquela pessoa dá prazer. Naquele momento, nada mais importa. Aqueles dois (ou três ou mais) corpos estão em sintonia, um com o outro e com o que de mais natural existe.
Então, por que motivo recusar este prazer a quem dele tanto necessita? Por que motivo ignorar que todos os seres vivos praticam sexo e dele necessitam para serem mais felizes? A meu ver, as pessoas com deficiência, dadas, muitas vezes, as suas limitações de deslocação, de convívio com outras pessoas, o seu próprio aspecto físico, a sua auto-estima, muitas vezes reduzidíssima, encontram sérios obstáculos à concretização dos seus desejos. [Read more…]

%d bloggers like this: