Old habits die hard…

Aviso à navegação

Comments

  1. Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

    Relativamente aos “Old habits die hard”, diria um político português já falecido, : “Olhe que não, olhe que não … ”
    De facto esta cambada também tem um buraco ao fundo das costas e como já cheira a eleições … abrandaram “democraticamente” para dar alguns bodos ao pobre.
    Na prática basta não surripiarem como têm feito para, à luz do mal menor – a suprema teoria do votante português – já ser óptimo. E assim, mais uma vez, preparam-se para serem eleitos à custa dos habituais papalvos.
    E entretanto passam a mensagem dos “durões” e convictos : “Não somos como os outros”…
    Pois não. Portanto, não se esqueçam: votem neles que eles tratam do resto da~nossa saúde que ainda há para tratar.

  2. Nightwish says:

    Tendo em conta que é preciso fazer exactamente o oposto do que quer Bruxelas, são boas notícias…

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.