O “Guia Nuno Magalhães” para o “Estado-pessoa-de-bem”

Contratos que o Estado pode rasgar: pensões, salários, prestações sociais, feriados. Contratos que o Estado não pode rasgar: financiamento de colégios privados.

 

Comments

  1. Ana A. says:

    Estes políticos são meras máquinas de propaganda, não têm um mínimo de auto-crítica!

  2. Rita says:

    Não. Não estou no Brasil, pois não?… o Nuno, é parlamentar português !!!!!.. ou não ???
    Eu ia jurar que ele é brasileiro…um daqueles que têm o rabo a arder de corrupção, mas atiram-se à Dilma para pagar o fogo do seu próprio traseiro…. Oh! pá, se não é deputado brasileiro, o Nuninho é um espanto… aprendeu rápido a arte da tramoia… ou ele já a praticava????

  3. Nightwish says:

    Falta aí a constituição, os contractos de trabalho (colectivos e outros), a lei do ordenado mínimo, há-de haver mais…

  4. Martinhopm says:

    Digam-me sff, entre outros, demasiados casos, àqueles reformados do Metro, não foram retirados os extras aprovados pela empresa, frustrando e violando expectaitivdse direitos adquiridos?! Ai de vós fariseus hipócritas!

  5. Martinhopm says:

    Corrijo: expectativas e direitos…

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.