O socialismo não falha…


70% dos venezuelanos já vivem em condições de miséria. Mais uns meses e Maduro conseguirá a igualdade plena, uma sociedade sem classes, todos na pobreza absoluta… É fácil apontar agora o dedo ao presidente da Venezuela, apelidando-o de louco, o que até é verdade, à excepção do querido líder da Coreia do Norte não conheço estadista mais bizarro, mas excentricidades à parte, onde é que o socialismo produziu mesmo um resultado diferente? Cada vez que me lembro dos que apontavam a Venezuela como esperança para a economia planificada no sec. XXI… Daria vontade de rir se não fosse uma tragédia humanitária, como sempre acontece quando algum povo de forma voluntária ou imposta experimenta esta pérfida ideologia.

Comments

  1. Marquinho says:

    E a estupidez é igualmente infalível.
    É como julgar capitalismo financeiro atacando … a Dona Branca.

  2. Mas que socialismo? Percebe-se a sua táctica. Para sim, é tudo socialismo: os governos de Costa, Maduro, Fidel, Dilma. Não está, claro, preocupado com a condição dos tais 70%. Só lhe interessa o 1%. Pegou no assunto da Venezuela porque achou, com a sua inteligência intestinal, que assim poderia fazer umas chalaças de direita descabelada. Duvido que a esmagadora maioria dos que se afirmam de esquerda, mesmo de esquerda radical, como é o meu caso, se reveja nos governos acima referidos e que os considere socialistas. É por isso que tudo quanto o senhor escreve é desonesto, mal-intencionado e denunciador de indigência moral e intelectual. Dirige-se contra um adversário que não passa de uma projecção da sua demência ideológica.

  3. J.Pinto says:

    Oh Antonio, como diz o RF, isto não é socialismo. A Venezuela prática o famoso neo liberalismo de cá. Por isso é que chegou a este ponto…

    Ah.. E a culpa é dos EUA, esses Neo liberais, com o Obama à cabeça…

    • Faz discussão política como um concorrente da “Quinta” fala no “confessionário”. Eu nem me dou ao trabalho de contra-argumentar. Não vale a pena. A evitação é a melhor forma de lidar com grunhos.

  4. Hélder P. says:

    O problema da Venezuela não tem nada a ver com o socialismo. Tem a ver com inépcia política de Chavez e depois Maduro de aplicar os proveitos do petróleo não só em apoios sociais (e fizeram-lo bem) como na criação de um sector produtivo que diversificasse a economia. Se esse sector seria privado ou público é inconsequente, o problema é que não existe na Venezuela nada disso. O barril de petróleo desceu e foi tudo pela colina abaixo. É um problema de economias monolíticas e rentistas, nem é de ideologia. A Rússia de Putin sofre do mesmo e não me venha dizer que Putin é um baluarte do socialismo.

  5. Ernesto Martins Vaz Ribeiro says:

    Sabe o que é o socialismo?
    Olhe que os Nazis também tinham na designação a palavra socialismo …
    É o que se chama uma palavra de “costas largas” …
    Mas não é o único conceito confuso em termos de política.
    Há por aí uns neo-liberais que os “jornaleiros” e “paineleiros” vão apelidando de “direita radical” que embora muito ligados na nossa praça a certas entidades que demoram sentar o cú no banco dos réus e a outros criminosos que se “esquecem” de pagar impostos, fazem um grupelho que mais não é que um bando de fascistas reciclados que passaram pela fase da lixiviação por causa do cheiro.
    Há gente que usa a palavra socialismo como arma de arremesso para tudo o que dá jeito, como o Sr. faz..
    Compreendo que para os amigos desse grupelho que atrás falei, se use com toda a facilidade o termo socialista, sendo o tão incomodativo termo “fascista” substituído pelo doce, simpático e democrático, “direita radical”

  6. Nightwish says:

    É evidente, o problema é os venezuelanos serem donos dos meios de produção e um estado social despesista.
    Ai não têm nada disso? É socialismo na mesma, está lá n’O Capital, ide vêr!

  7. Só houve socialismo na terra até 200 anos DC em Zaraenla nos tempos antigos da América e em Kirtland nos primórdios da restauração do Evangelho nos tempos modernos ,mas por causa de meio quilo de natas voltaram ao egoísmo,como explicado no 4º livro de Nefi no Livro de Mormon,onde não havia ricos nem pobres mas todos eram servodores uns dos outros ; “cada um dá conforme as suas capacidades e recebe segundo as suas necessidades” !!!

  8. Só nos paises nórdicos é que se vive perto de algum sistema aproximado ,mas os compromissos internacionais os estão a afastar cada vez mais do seu sistema !!!

  9. O que me parece mais interessante na análise do Aº e de outros comentadores, é o facto de se pretender identificar os aspectos mais danosos do capitalismo selvagem, não como características intrínsecas desse mesmo sistema odioso, mas sim como sinais de socialismo.
    O mesmo fez há tempos Manuel Monteiro, quando criticava um comentário do FMI que entendia haver ainda espaço em Portugal para aumentar os impostos, sobretudo no capítulo do imobiliário. M.M.ficou fulo e gritou: “Isto é comunismo…é comunismo!!!”. Claro que não lhe ocorreu ser um sinal do querido capitalismo no seu melhor…
    Enfim, é o país que temos…

  10. Martinhopm says:

    Por que será que esta situação, sob certos aspectos, me faz lembrar uma outra ocorrida no Chile, em 1973, quando estava no poder um governo de Unidade Popular, chefiado por Salvador Allende? E o que é que aconteceu quando este governo, legítimo e eleito democraticamente, (eleito apesar de todas as jogadas sujas às claras ou à socapa dos EUA e direita chilena), decidiu expropriar algumas multinacionais norte-americanas? O mesmo caos económico, a mesma falta de produtos de primeira necessidade! Claro que, tal como na Venezuela e no Brasil actuais, os ‘putschistas’ e a sua corte não ficaram desamparados, antes pelo contrário, pois esta gente não passa quaisquer necessidades, continua alegremente montada no zé-povinho, a comer e a beber à tripa forra e com a dinheirama bem protegida em offshores. .
    Não me posso pronunciar sobre a justeza e/ou acerto das medidas tomadas pelos governos de Chávez ou Maduro, pois não conheço suficientemente o problema. Penso que terão tentado fazer o melhor em prol dos mais pobres, dos mais desfavorecidos.. Mas claro que isso, lá como cá, é um crime de lesa-majestade.

  11. Futuro próximo Là como cá Falência de conhecimento,saber e experiência ,vai nos arrastar de novo para a quarta falência .Quando de novo outros vierem mais quatro anos muito muito difíceis para recuperar a economia e de novo os de memória curta da esquerda a fazerem promessas.

  12. Martim referiu o crime de lesa-majestade que foi o de Chavez beneficiar os mais desfavorecidos, mas houve outros tão ou igualmente graves. Depois de nacionalizar a indústria do petróleo, o presidente exigiu que o mesmo fosse pago em outras moedas que não o dólar, medida que Kadafi e Houssein pagaram com a vida e que justifica o ódio ao Irão e seus aliados. O amigo americano não dorme.

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Alterar )

Connecting to %s