O admirável mundo novo

porto_transportes_violencia
[António Alves]

As empresas de transporte público, para não formarem nem pagarem a fiscais próprios, extinguiram esta categoria de funcionários e externalizaram (é assim que se diz na novilíngua neoliberal) o serviço.
Por norma, este é desempenhado por “seguranças” privados, muitos deles meros armários fardados cuja inteligência é inversamente proporcional à massa muscular. Metros, autocarros e estações de comboio já foram tomados de assalto por estas forças que exercem a autoridade sem a necessária legitimação social.
Uma força de repressão privada ao serviço do ultra capitalismo.
O interior dos comboios é o território que se segue.
Bem vindos ao admirável mundo novo.
Preparai-vos para levar na tromba à primeira manifestação de não conformidade.

Comments

  1. Ana A. says:

    Só a designação de “segurança privada”, já é aterrador!


  2. …outro sinal destes tempos tenebrosos !!!


  3. É sim falta de educação. não é por um homem ser bem musculado que tem falta de neurónios ! Não há é EDUCAÇÃO em casa (dada pelos pais)!

    • Ana A. says:

      Infelizmente, há uma relação directa entre a musculatura (conseguida com ajuda de esteróides anabolizantes), e a “perda de neurónios” e o aumento da agressividade e comportamentos violentos. E como parece que os seguranças privados parecem padecer (quase todos) destes males, há que investigar e vedar o acesso destas personagens a certos lugares na sociedade!

  4. Anibal Marques says:

    Vão observar o uso da salas de espera dos hospitais do Porto e de outros e depois opinem. Se um professor repreende ou censura, a coisa é tem o mesmo desfecho-violência.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.