Coerência?

Aqueles que aplaudem o jornalista da CNN que se emocionou com a vitória de Biden são os mesmos que criticaram o Rodrigo Guedes de Carvalho quando escrutinou ao máximo a ministra da saúde. Haja mínimos.

Comments

  1. Rui Naldinho says:

    A única diferença foi que Rodrigo Guedes de Carvalho levou uma banhada da Dra Marta Temido. Ele baralhou-se, engasgou-se, a certa altura já um pouco corado, até os cantos dos lábios se secaram. Não, não era o Rodrigues Guedes de Carvalho que ali estava. Era sim um clone do Bernardo Ferrão. Esse iluminado formado na Universidade Fernando Pessoa, no Porto, que de jornalismo percebe tanto, como o Jorge Jesus, de Fado.
    Correu-lhe tão mal a entrevista, a ele e à direção de informação da SIC, em especial àquele idiota do Bernardo Ferrão, que no dia seguinte como vingança fizeram um Polígrafo de propósito para criticar a Ministra. Ou seja, a SIC e os arregimentados do Dr. Balsemão, nem sequer  “sabem perder”.
    Já agora, em matéria de coerência, o jornalismo Português é como a prostituição. “Amam quem lhes paga!”

    • Fernando Manuel Rodrigues says:

      E no tentanto, teria sido tão fácil “enterrar” aquela ministra e expor todas as contradições e embustes com que nos tem brindado. Infelizmente, o que sobra em prosápia aos nossos jonalistas, falta-lhes em preparação.

  2. Paulo Gonçalves says:

    Estudos do cu e das calças.
    Como diz um amigo meu, pqp o campismo

  3. Paulo Marques says:

    O problema não é os jornalistas serem parciais, toda a gente é, mesmo quando não se aperceba. O problema é adorarem disparates para serem pessoas sérias.

    Ah, e… fuck your feelings.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.