Dívida Existencial

Como é que esta hábil mocinha consegue isto? O que é que ela tem que eu não tenha?! Sou infinitamente mais bonito que ela, diz-mo o meu espelho e o meu Facebook, e eles não mentem. Ok, visto a mesma roupa quase uma semana inteira e só mudo de calças [de ganga, sempre de ganga!] quando já começam a cheirar a uma multidão de romenos na gare da Trindade, mas é precisamente para disfarçar essa minha drástica medida anti-crise, em consonância com o grande depenar nacional do Governo Passos-coelhoniano, que serve um bom perfume e eu não me poupo em borrifos. Lavo-me. E muito, tá?! Tudo bem que raramente mude de casaco, se ele me evita o frio e disfarça um bom ventre quarentão feliz. Passam meses sem comprar roupa.

Sim, também não tenho nem uso pulseiras, colares, nem relógios ou maquilhagem. Não percebo nada de malas, brincos, cintos, vernizes. Impressionante o sucesso reprodutivo de uma Pipoca, aliás cada vez mais chique e cada vez mais rica, dinheiro faz dinheiro e a publicidade, ali, é um tubo de gás natural acoplado ao furico da referida moça, cuja boca só pode regurgitar petróleo para a marmita.

Que inveja! What?! É feio sentir raiva e inveja?! Mas está a dar-me um óptimo post. Por que não me enchem cá o casebre de visitas e comentários, por exemplo sobre os odores naturais que potenciam a época do acasalamento humano todo o ano ou sobre o Escritório SA Parlamento?! Não me venham dizer que além de ser pobre sou porco e mal agradecido. Eu já sei. E daí até sermos apesar de portugueses quase todos romenos em Portugal já faltou mais.

Comments


  1. E eu, que já não compro roupa desde o primeiro governo do Sócrates nem sapatos desde a nacionalização do BPN! Se calhar é por isso, caí numa espiral de pelintrice que se propaga a todos os aspectos da vida. Quem me dera ter um blog vistoso e frequentado!


  2. Infelizmente na sociedade estúpida que criamos abundam mulherzitas de cérebros galináceos! Não deixam de ser engraçadas, mas são completamente inúteis (qualquer rubber doll as substitui na perfeição, com a vantagem de que estas não falam, digo, não cacarejam!). Desprovidas de neurónios, se não são louras por fora são-no por dentro com toda a certeza, que o diga a gloriosa aura de estupidez que sempre reluz, imponente e majestosa, por entre os espalhafatos dos trapinhos!

    E pronto, é o mundo que temos: um planeta habitado por gosmas e absolutamente entregue aos absurdos e às sandices!

    P.S.: Caro Palavrossavrvs, aqui que ninguém nos ouve, prefiro os seus palavrões, que ao menos são plenos de conteúdo, às futilidades avestrúsicas das galináceas com pretensão a mulheres!

  3. nightwishpt says:

    Pelos vistos a senhora só lava aquilo que ainda se aproveita, ao contrário de si que ainda tenta lavar a honra dos fascistas do governo.


  4. Aquela coisa é no Blogger… Será que a vaidade dá-lhe para F5 consecutivos, controlando as suas próprias visualizações (controlo que pode ser desactivado nas definições de estatísticas na plataforma)?
    Não interessa… A revista VIP (e afins) deve ter uma tiragem interessante e isso não faz dela uma publicação interessante, bem pelo contrário, serve para distrair as massas do que se passa na vida real.
    – m


  5. Ao Miguel e Isabel, verifico que é mais feliz quem leva a vida com ligeireza de pipocas doces e mexericos “socialite”. Bem hajam! Já aí vem o europeu de futebol, outras hordas se vão agitar em discussões e actividades frenéticas, todas muito lúdicas.
    Distrair um pouco também faz falta. Se for em demasia torna-se alienação, aí é mau.
    É tipo “panis et circensis” mas sem pão para não dar despesa.


  6. Pois é, caro José, é por causa dessas “distracções” que o mundo está como está!

    Mas, claro está, para quem gosta de passar pela vida de raspão, de ficar à superfície e banhar-se, do nascimento à morte, em materialismos ocos e fúteis, as distracções são indispensáveis. Duvido é que isso seja viver. E talvez não seja sequer vegetar já que até o reino vegetal cumpre mais nobres finalidades!

  7. Fernando Lopes says:

    “O coiso”, aka Pipoca, já me surgiu em tabelas de publicidade de “social media”. Cada post sobre uma carteira ou uns sapatos pode valer até 500 €. Qualquer informático baralha o sitemeter com IP falso e uma macro em VB que acede sucessivamente à página. Não sei se é o caso, mas esta gente depende das audiências para facturar.

  8. Zuruspa says:

    Espeta também fotos de gajas em bikini a ver se näo tens mais visitas… Oho!

  9. josé silva says:

    cuidado palavrossavrvs porque se a “mourinho dos blogues”,como a menina se intitula, vê este post, fica ressabiada, faz uma birra e escreve qualquer coisa no blogue dela, claro que a dizer que são voces são é uns invejosos, etc, etc. Depois, na sua página de comentários dá-se um linchamento público contra a tua pessoa….tu atenta!!!!!

    A coisa positiva é que vais ter milhares de pipocas a virem espreitar o “aventar”. se eu fosse politico pagava à menina para escrever umas coisitas prá carneirada…

    Temos nos blogues pipoca ,cocos, e uns outros, verdadeiros casos de sucesso de manipulação de massas ao serviço das marcas.

  10. Yvonne Sylvia says:

    Boa noite. Sou estreante nisto de deixar comentários via blog. Mas queria agradecer. Obrigada, autor do Aventar. Obrigada. Pensei que era a única, ave rara no desemprego e a ter de pedir emprestado para comer, que detestava (mais uma) betinha bem nascida, que come tudo e não deixa nada – em termos de oportunidades profissionais – e bem casada armada em jornalista-fashion-que-é-a-versão-adulta-da-Carolina-Patrocínio.
    Gosto de me arranjar e sentir bonita mas sinceramente os posts dessa dama irritam. Ainda por cima sempre que há Gala dos Globos de Ouro lá está ela a eleger as mais bem vestidas e as mais mal vestidas, sempre com termos ingleses à mistura, because it’s more chic, you know… Pensar que essa dama teve a desfaçatez de ir à manife histórica do 12 de Março e dizer-se também indignada. Coitada. Se ela suportasse metade do que eu já suportei…


  11. Haja mulheres inteligentes e fortes! Parabéns, Cara Yvonne, por enfrentar a vida com essa sensatez! Estou solidária consigo, e nem imagina o quanto…

  12. insulas ocidentaes. says:

    Faltar-lhe-há a si,neste caso,algum pormenor de ‘casting’.
    Cumprimentos.

  13. Artur Romão says:

    Muito bem dito, a ganhar dinheiro com publicidade e sócia da clix não tem jeito mesmo nenhum a ganhar dinheiro com coisas chiques e muito fúteis.

  14. Salete Silva says:

    Enfim… Já vim parar aqui tarde porque já está tudo dito. Resta-me partilhar a minha vã esperança de ver a senhora a desgastar a própria imagem por usar como arma a arrogância, e uma certa petulância, e muitas vezes uma desnecessária agressividade, e ultimamente o marido transformado em marioneta… Uma carreira, se é que se pode chamar àquilo carreira, não se constrói assim. Ah mas estamos em Portugal, pois é.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.