Revolução de Outubro – 96 anos


Foto de Pascoal Sousa

Foto de Pascoal Sousa

Há 96 anos deu-se a Revolução de Outubro. Com todos os erros e desvios – não há sistemas perfeitos – foi um marco único na história da humanidade. O povo tomou nas suas mãos o seu destino. O “Estado social” europeu foi criado para procurar igualar todas as conquistas dos trabalhadores na URSS. Não conseguiu e está a ser dizimado todos os dias, em todos os países, agora que não equilíbrio de forças sem  socialismo a leste. No entanto, “as derrotas no caminho da libertação são temporárias e comportam sempre lições”. Saibamos retirá-las, estudá-las e o futuro voltará a ser de todos nós, como um dia foi depois da ocupação do Palácio de Inverno czarista.

A URSS caiu mas o ideal comunista continua vivo e mais actual que nunca. “O homenzinho continua vivo”, como escreveu Lenine. Assim mesmo, “o homenzinho” que somos todos nós, mulheres e homens, que, como a formiga, trabalhamos todos os dias para construir um mundo melhor.

Viva Revolução de Outubro!

“É bem conhecida a afirmação de Lénine de que todas as nações chegarão ao socialismo mas que, no quadro de leis gerais comuns, cada uma o fará à sua maneira. Na continuidade histórica da Revolução de Abril, a democracia avançada que o PCP aponta aos trabalhadores e ao povo é parte integrante e indissociável da luta pelo socialismo em Portugal.” Albano Nunes, jornal Avante!, 7 de Novembro de 2013.

“O ódio da burguesia à Revolução de Outubro é tanto mais compreensível quanto ela constitui a prova prática da possibilidade de transformar a vida e reestruturar a sociedade sem e contra o capital explorador e em proveito dos interesses e aspirações das grandes massas, como compreensivo é o empenho dos seus ideólogos em descrever o século passado como o do fracasso definitivo do comunismo. Mas como escrevemos na Resolução Política do primeiro Congresso do PCP realizado após a dissolução da URSS, «o século XX passará à história não como o século da “morte do comunismo”, mas como o século em que o comunismo nasceu como concretização de um projecto alternativo ao capitalismo e como solução historicamente necessária das suas insanáveis contradições».”, O Militante n.º 315 – Nov/Dez 2011

Declaração de Bento Gonçalves, 5ª Sessão, 12 de Novembro de 1927.

A Revolução de Outubro e a fundação do PCP, O Militante n.º 287 – Março/Abril 2007.

Comments

  1. sinaizdefumo says:

    «The revolution!? Don’t try to tell me about the revolution! I know all about the revolutions and how they start! The people that read the books, they go to people that don’t read the books -the poor people- and say: “Hoho! the time has come to have a change eh!” […] I know what I’m talking about when I’m talking about the revolutions. […] So the poor people make the change, eh… And then the people that read the books, they all sit around the big polished table and they talk and talk and talk and eat and eat and eat eh… But what has happened to the poor people? THEY’RE DEAD!!! That’s your revolution… So please, don’t tell me about revolutions.» — A Fistful of Dynamite by Sergio Leone, Italy, 1971 — http://aphelis.net/please-dont-about-revolutions-fistful-dynamite-sergio-leone-1971/

  2. O que retiro da leitura deste post é o grande orgulho de viver numa sociedade em que posso ler este post , o defensor da posição de Israel contra os palestinianos e Irao, bem com a defesa da espionagem pelos serviços secretos ingleses ou os artigos do Snowden, sem que um qualquer comite me venha indicar o que posso ou não ler ou consultar. Espero que R.Santos possa apreciar o valor desta liberdade e que se necessario junte o seu repudio a quem o queira cercear.,mesmo com as melhores das intenções.

Trackbacks

  1. […] (que não se resume a este episódio) e por isso mesmo é a data marcada para celebrar/evocar (aqui, aqui ou aqui) a Revolução que constituiu um dos eventos mais importante do século XX, se […]

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s