Há Várias Diferenças

adolf_hitler_Benjamin_Netanyahu

entre Adolf Hitler e Benjamin Netanyahu. O bigode é uma delas.

Comments


  1. Deixo aqui o meu voto de NOJO por “brincadeiras” tipo esta, que apenas demonstram uma visão enviesada da História e insensibilidade perante o “estado do mundo”. Quando os “camaradas” da jihad islamo-fascista chegarem a Lisboa, não batam palmas nem lancem flores. Basta que ponham o pescocinho a jeito…

  2. Gottlieb says:

    Não concordo consigo. Não vejo diferenças significativas. O sionismo é muito idêntico ao nazismo.
    Ambos pensam ter direito as um “espaço vital” que pertence a outros povos, ambos consideram justificável o extermínio de um povo, ambos constroem campos de concentração, ambos têm uma supremacia militar que lhes permite a Blitzkrieg, ambos se consideram líderes de uma raça
    escolhida. E acabarão por ter o mesmo fim.


  3. Os sistemas políticos avaliam-se pelo tipo e qualidade de vida que propiciam aos seus cidadãos. O Hamas totalitário transforma-os em escudos humanos, os “sionistas” (ironia) defendem os seus com unhas, dentes e algum excesso…
    Por falar em nazismo e toda a gente o considerar “maldade pura”, uma perguntinha de algibeira para responder com honestidade: onde prefeririam viver? Numa sociedade nazi, ou no califado? Pelos vistos ainda existem coisas piores do que nazismo…

    • Gottlieb says:

      Seguramente preferia viver na Faixa de Gaza que na Alemanha nazi.


      • A pergunta não era essa.

        • Nightwish says:

          Tendo em conta que a Palestina não tem nada a ver com nenhum califado, a pergunta é irrelevante.


          • Se é irrelevante a não-resposta era desnecessária. Não obstante, a asserção de existirem diferenças entre o Hamas e o Estado Islâmico (Califado), deve ser vista com alguma cautela. Na verdade, o desprezo pela vida humana que ambos manifestam e que está no cerne da ideologia totalitária islâmica é comum.

          • Nightwish says:

            Já o desrespeito de se celebrar em muitas ruas de Israel com “School’s out, we killed all the children” não conta para nada.

    • Nightwish says:

      “Os sistemas políticos avaliam-se pelo tipo e qualidade de vida que propiciam aos seus cidadãos. ”

      Então vá lá ver como em Israel se tratam os muçulmanos e quem protesta contra a atitude de Israel, sejam nativos ou estrangeiros.


      • Com a condição de que vá também… No entanto, mesmo sem lá ir, se procurar um pouco, vai constatar que os muçulmanos podem ser cidadãos de Israel com direitos e deveres iguais a todos os outros. Escusado será dizer que não existe reciprocidade nesta matéria – e muitas outras – nos estados vizinhos.

        • Nightwish says:

          Não, não têm, ponto final. Nunca li sobre Israelitas a perseguir judeus, quer jovens, quer adultos, e encherem-lhes de porrada só por causa da cor da pele.
          O seu problema é que vê o que se passa lá nos mídia, e lá nunca viu relatos de Israelitas desiludidos com o seu próprio país que já foram vítimas de agressões por causa disso.

    • fontedora says:

      A essa pergunta só se pode dar uma resposta: em nenhum desses regimes. Só consegue aí viver, quem pertence à raça pura, ou à religião eleita. Essa pergunta não faz sentido. São regimes de exclusão.


      • O nonsense da pergunta pretendia atingir exatamente essa conclusão. Quem fugiu à resposta é precisamente quem ainda não entendeu, ou finge não entender, que o Islamismo é tão ameaçador quanto qualquer outra ideologia política totalitária baseada no desrespeito pela dignidade humana e direitos individuais. Neste aspeto, o “silêncio” – por exemplo – “das esquerdas” começa a ser criminoso e hipócrita. Condenam com o folclore de sempre os excessos de Israel, mas esquecem as atrocidades islâmicas.


  4. lamentável.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.