“NOS é que somos burros”

zon_optimus_nos

Autor Identificado

Em Janeiro cessei contrato com a Zon. Pergunto se é preciso devolver o equipamento, porque não me faz falta. Dizem-me que não é preciso.
Dois meses depois recebo um telefonema da Zon a pedir para eu devolver o equipamento. Eu disponibilizo-me para fazer 50 km para fazer a entrega, porque na minha cidade não dá, mas digo que quando cessei contrato indicaram-me que não era preciso fazer a devolução. Reviram a ficha e afinal não era preciso mesmo. Das duas vezes fui muito bem atendido e desta vez até me pediram desculpa.

Mudo de casa e guardo tudo nas caixinhas respectivas, apesar de não me servir para nada. Hoje, recebo um sms da NOS a exigir a devolução do equipamento em 30 dias senão terei que pagar o valor correspondente. Vou à loja: tenho mesmo que devolver tudo, mas ao menos vêm-me buscar as coisas a casa.

Num país decente, estas indecisões são vistas como incompetência. E num país decente, com estas e com outras situações que lesam os clientes, iniciava-se uma acção colectiva nos tribunais contra a empresa que, ainda por cima, é má nos serviços que presta.

Para cúmulo, estou numa lista negra por dinheiro que não lhes devo e fui ameaçado o ano passado com um processo de dívida quando tinham 6 meses para o fazer, sobre um contrato cessado em 2005.

Não gosto de ameaças muito menos por empresas que ganham a vida a intrujar os clientes, com renovações sucessivas de fidelização a cada alteração do serviço, dificuldades no término do serviço com cobranças a surgir depois de não estar activo, com facturas perdidas de anos anteriores que muita gente paga para não ter chatices.

NOS é que somos burros em tolerar isto.

Comments

  1. Rodrigo Maia says:

    atenção: a minha história começa onde acaba a sua: a NOS já marcou 3 recolhas do equipamento em minha casa, nunca apareceu nem deu explicações; agora estou à espera, com o numero da minha última participação por falha de comparência do estafeta na mão, que me coloquem na tal lista. Divertidíssimo, tudo isto; mesmo o que eu queria fazer com o meu tempo.

  2. Jaime Martins says:

    Eles não querem os equipamentos que são rascas e são adquiridos a preço da uva mijona. ELES QUEREM É SACAR DINHEIRO aos clientes.

  3. José says:

    No final de 2012 tive que acabar com o serviço de televisão, Internet e telefone da ZON por motivos financeiros. Não se justificava pagar 550€ /ano para ver televisão 3h por dia, principalmente os telejornais. Telefone fixo nem sei o que é, usei sempre o telemóvel. A única coisa que se aproveitava era a Internet. Ora, descobri o mundo do satélite numa visita à Inglaterra e descobri que aqueles maravilhosos canais eram gratuitos e se apanham em Portugal. Investi 80€ e vejo mais de 200 canais, na sua maioria Ingleses de graça. Vim a saber que na europa central está em uso cada vez mais as televisões gratuitas por satélite. Por cá…. enfim, parece que só existe os serviços pagos. Não há divulgação porque é gratuito. E já agora, na RTP Internacional passam muitos dos conteúdos da RTP Informação, a qual pagamos taxas e não se tem acesso.

  4. Eu estou insatisfeitíssima com a NOS.
    Estava eu já fora do período de fidelização, com oferta de 15€ de canais digitais à escolha (oferta da adesão), quando me contactaram com nova proposta, para fidelizar novamente. Primeiro propuseram incluir saldo de telemóvel num novo cartão de tlm para o qual teria de migrar, que rejeitei não estando interessada. Depois propuseram debitar o valor dessa oferta do saldo do tlm, na factura mensal. Aceitei esta proposta, tendo ficado gravada a chamada, desde que se mantivessem as regalias anteriores, de oferta dos 15€ de saldo em canais digitais à escolha, oferta do aluguer da box, etc, desde que a única alteração fosse a mensalidade e o novo período de fidelização. Confirmaram-me isto. Ficou gravado. Enviaram-me email com isto por escrito, Tudo correcto.
    Chegou o momento de pagar a factura, e para minha surpresa, apareceu o débito dos canais digitais. Reclamei primeiro por telefone, fui passada de pessoa para pessoa, até que finalmente alguém disse que foi erro da parte deles terem feito aquela proposta e que eu teria de pagar os 15€ extra em canais digitais. Reclamei que não fora esta a proposta que aceitei, bastava consultarem a gravação da chamada. Reclamei na loja. Reclamei em livro de reclamações. Os meus pedidos para que o contrato fossem cumpridos foram indeferidos!! Nova reclamação no livro de reclamações. Novas idas às lojas para reclamar, pedindo o cumprimento do contrato por parte da NOS. Ameacei rescindir devido a falta de cumprimento de contrato e disseram-me “está bem, força, rescinda”. Ok, qualquer coisa estava mal, preferirem rescindir a manter o cliente, significa que me iriam cobrar a fidelização, iria para tribunal, gastar dinheiro, tempo e paciência, Falta sobretudo o 1º, não tinha meios para o fazer. Não rescindi.
    Por cada nova factura recebida para pagamento dos serviços dos canais digitais, era uma nova reclamação no livro de reclamações onde sempre frisei que pagava a factura com a qual nunca concordei, para não me imputarem incumprimento por falta de pagamento e onde solicitava sempre que se cumprisse o contrato, frisando sempre o que continha. Finalmente reverteram o contrato para o anterior, mas não reverteram o período de fidelização. Nova reclamação no livro, visto que mais uma vez não estavam a cumprir um dos dois únicos contratos com os quais concordei: o novo ou o anterior, não o inventado pela NOS. Acabaram por reverter o período de fidelização.
    Depois de uma factura correcta, aparece nova factura errada com pagamento de serviços digitais, que desconheço quais sejam e na loja também não me souberam dizer quais são e sobre o qual abri nova reclamação junto da operadora.Ainda não resolveram isto, nem contactaram de volta. Aliás, apesar de nas reclamações anteriores dizerem que contactavam de volta no período de x dias, nunca o fizeram e era eu que tinha de ligar para lá, já depois desses prazos passados, para saber o estado das queixas. E aí ficava a saber que eram indeferidos, sem nunca me facultarem o motivo.
    Pretendo rescindir em breve, mas pelo vosso post que leio, estou a ver que vou arranjar outra vez chatices com eles.
    É incompreensível este tratamento!!

  5. José Pinto says:

    A ZON nada tenho a dizer, mas da optimus já por duas vezes tive que em chatear com os “serviços de contencioso” deles. Uma vez queriam cobrar dois anos depois uma dívida já paga. Tem um gabinete de advogados, e adoram entrar e manter litígios para sacar dinheiro e justificarem os salários. A minha sugestão, reclamar e escrever cartas registadas. Muitas, sempre. Ou então rejeitar liminarmente todas as propostas com “fidelização”. Acho um abuso intolerável.

  6. Reblogged this on O Retiro do Sossego.

  7. A.Silva says:

    A porra toda é que a MEO não é melhor. Estas empresas estão transformadas em antros de incompetência, com trabalhadores a ganharem consoante o que conseguem sacar aos clientes, é pois normal que cada vez mais a qualidade do serviço e da relação com os clientes piore. Uma autêntica vergonha e miséria.

Trackbacks

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.