Macron


Será o próximo presidente de França. Boas notícias para o liberalismo, derrota em toda a linha para o estatismo de esquerda e direita…

Comments

  1. tá bem tá says:

    que ridículo, caramba. mas que estalinismo, onde é que há ali estalinismo? melenchon? e le pen é parecida com “estalinismo”? não, caro fanático, é parecida com amigos seus. irra para estes frustrados do fascismo.

  2. Rui Mateus says:

    Certo, o homem de um sistema podre…pois.

  3. Paulo Marques says:

    Mais do mesmo na europa… tou chocado. Vai correr bem, vai.

  4. JgMenos says:

    Le social-Liberal!
    Um PS sem treta esquerdalha.
    Um PSD sem compromisso com troika.

    • Rui Naldinho says:

      Boa JgMenos!
      Você hoje sofreu um traumatismo “macroniano”?
      Como perdeu Fillon, não há problema, Macron também serve. Como se o candidato Francês tivesse alguma coisa a ver com o PSD!

      • José Fontes says:

        Rui Naldinho:
        Este cromo, que ora é José, ora é JgMenos, ora foi Tonibler (o troll tem uma imaginação fértil para criar nicknames), em tempos, no blogue Arrastão, dizia-se ex-emigrante em França e simpatizante da Frente Nacional.
        Portanto, não o ofenda a dizer que ele perdeu Fillon.
        Ganhou a Marine e deve estar satisfeitíssimo, este olharapo.

    • Paulo Marques says:

      O Macron não precisa de compromisso com a troika, ele já é a Troika, como seria Clinton.
      Viva o governo mundial da Sachs.

  5. Rui Naldinho says:

    Macron estava na calha para vencer estas eleições. Não sei qual a surpresa?
    Surpresa existiria sim, caso fosse Fillon a passar, depois do que aconteceu nos últimos meses, com os episódios que o envolveram no tráfico de influências. Ou se fosse Melenchon, que é assumidamente um candidato da esquerda mais conotada com o Syriza, o PODEMOS e o BE.
    O interessante vai ser o que se passará a seguir, com o desmembramento do Partido Socialista Francês, em bocados, tal como aconteceu na Grécia.
    E já agora no centro direta. Onde o risco de uma fragmentação também existe, ainda que menor.
    Não se esqueçam que dos candidatos que passaram à segunda volta, só Le Pen é que tem um partido assumidamente fiel e organizado em torno da sua personalidade.
    Emanuel Macron vai ter de fazer uma “geringonça ao centro”, com os retalhos que sobrarem do do PS e outros tantos dos gaulistas.
    A ver vamos, o que daqui sairá. Mas, Macron terá de ter nervos de aço, pois parte do zero, em termos de estrutura partidária.

  6. Nascimento says:

    Ó Almeida que pena tu não poderes votar …em França ( em Portugal , tu não votas ) não merecem o teu voto.Imbecil.

  7. Hélder P. says:

    António, isso parece a doença de certos adeptos do futebol. O Macron será presidente e eu não teria problema em votar nele na segunda volta contra Le Pen, tal como acredito que irão fazer milhões de eleitores franceses. Mas isso não significa que concordem com uma vírgula da ideologia (Macron tem disso sequer?), ou do programa económico dele.
    Macron representará mais cinco anos perdidos para a França, tal como Sarkozy ou Hollande. Quero ver como será Macron depois da primeira reunião com Merkel. Nada mudará, business as usual, com uma trickle down economics, um crescimento insuficiente e a exclusão social nos banlieux.
    Mas antes isso que o fim da República, da democracia por uma chefe de estado racista e fascista.
    O António deita foguetes por a sua equipa ter ganho o campeonato, a maioria dos franceses simplesmente suspirará de alívio por ter evitado o pior dos mundos. E a ver vamos se será mesmo assim…

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s