Dêem-nos música

E isso interessa a quem? The show must go on. Cheers!

Comments

  1. Manuel Lopes says:

    Vai ser na cela 44

  2. Rui Naldinho says:

    “E isso interessa a quem?”

    A várias famílias, Ana.
    Nem por acaso, o Senhor Luís Montez apoiou o Dr. António Costa nas últimas eleições autárquicas em que o nosso atual primeiro ministro participou, em Lisboa, no ano de 2013, as tais em que o PS deu uma abada à coligação PSD/CDS, com uns estrondosos 51% contra 22,4%, e com quase o triplo dos mandatos na autarquia Lisboeta.
    “Montez monta-se em qualquer equídeo, quem sabe mesmo asinino, desde que dali saque o lucro desejado.”
    E não foi sempre assim, neste nosso Portugal?

  3. j. manuel cordeiro says:

    Pois, é isso 😉

  4. Luís Lavoura says:

    Qual é o problema de o Pavilhão Atlântico ter sido vendido? Que raio tem o Estado que estar a gerir salas de espetáculo?
    E qual o mal de ele ter sido vendido a um genro de Cavaco Silva? Lá por um homem ter casado com a filha de Cavaco, perde direitos de fazer os negócios que quer? Será que ele deve ser ativamente prejudicado pelo Estado, proibido de comprar pavilhões ou seja lá o que fôr, por ter tido o desplante de casar com quem casou?


    • LL, o Pavilhão Atlântico era um equipamento que embora desse lucro, foi vendido por metade do preço de custo a alguém relacionado com o poder politico.


      • Se calhar não chega…é melhor fazer um desenho!
        🙂

      • JgMenos says:

        « por metade do preço de custo»?
        E o preço de custo de obra pública é critério de valor para quê?
        Para alimentar treteiros.

        • ZE LOPES says:

          Tem V. Exa. toda a razão! Fazendo valer a sua tese, um vizinho meu já lá tem em casa o túmulo do D. Afonso Henriques e dois quadros da Josefa de Óbidos! Foi tudo bem baratinho! Nem podia ser de outra maneira!

    • Fernando Antunes says:

      Luis Lavoura, poderia ver isso de outro modo: activamente prejudicados pelo Estado, todos os dias, somos nós que não somos genros do Poder.

    • Ana Moreno says:

      LL, não sei bem porquê, mas o seu nome não condiz com as suas ideias. Não leve a mal 🙂

  5. Carlos says:

    “É o preço da paz”

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.