Bordalo II

Bordalo II é o artista que faz do lixo obras de arte.

Trabalha pois para lançar o alerta sobre (a falta de) sustentabilidade desta absurda sociedade consumista. E declarou recentemente:  “Eu e o meu amigo Forest Dump temos algo a dizer acerca da ideia de explorar petróleo na costa do nosso belo Algarve”, escreveu Bordalo II. “Espero que os nossos líderes sejam inteligentes o suficiente para entender que um lucro a curto-prazo significará uma perda eterna. Portugal é um país cheio de potencial para a energia renovável, esse é o futuro.”

Houvesse mais artistas, mais „opinadores“, mais gente em geral a tomar posição e a agir. Mas não, há coisas mais chiques e agradáveis do que denunciar e combater a desapropriação que o governo insiste em realizar. Para disfarçar diz que é só para ver se há. Obrigadinha.

Lobbys e mentalidades de mãos dadas a caminho da devastação.

Comments

  1. Luís Lavoura says:

    “A costa do belo Algarve” é, na prática, um sítio a quarenta quilómetros de terra e completamente invisível a partir desta, pelo que certamente a beleza do belo Algarve não poderá ser afetada.
    Os belos fiordes da Noruega também têm explorações de petróleo ao largo.

  2. Ana Moreno says:

    “Os belos fiordes da Noruega também têm explorações de petróleo ao largo. ” E o Golfo do México também tem…
    https://en.wikipedia.org/wiki/Deepwater_Horizon_oil_spill

  3. Ana Moreno says:

    Luís Lavoura, esqueceu-se de dizer que isto são balelas da facção do “politicamente correcto”. Uma justificação predilecta de quem gosta de desconversar.

  4. Mr José Oliveira Oliveira says:

    O problema é bem mais grave do que se pensa. Ao abrigo do Energy Charter Treaty, qualquer empresa pode processar o estado, se este colocar obstáculos à exploração petrolífera. E lá virá o povão a pagar as gordas indemnizações aos maiores poluidores mundiais.
    Não esbanjámos……Não pagamos!!!!!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.