5_5373 mundos

 

Desenho do autor

 

CAPÍTULO 5
Basilides Villanova: o nosso planeta

Ora, a alma – diz o nosso autor – está apenas parcialmente encarcerada no corpo, tal como Deus está apenas parcialmente confinado no corpo do mundo.
Carl Gustav Jung, Psicologia e Alquimia

 

-Porque trouxeste o Mocenigo?

-Foi ele que pediu para vir. Insistiu que queria falar com o Avô.

-Porque quiseste ver o Avô, Mocenigo?

[Read more…]

Sermões aos mortos

A “grande viagem” (peregrinatio) de navio. As duas águias voam em sentido oposto em torno do globo terrestre, o que indica o carácter da viagem que abarca a totalidade. MAIER, Viatorium (1651). Jung, Obras Completas, Vol.XII.

Não! Carl Gustav Jung nunca foi da maçonaria. Quando muito, alquimista e iniciático. Por isso, Jung é mesmo o futuro, incluindo de qualquer maçonaria que queira conservar, não o que está, mas o que deve ser. Não em defesa própria e dos respetivos anais, mas antes no processo de libertação do indivíduo face aos preconceitos, da ignorância, do fanatismo e da tirania.

José Adelino Maltez

Stanley Kubrick dá inesperada explicação para o final de “2001: Odisseia no Espaço”

Via Esquire:

Quando foi originalmente lançado em 1968, o público não fazia ideia do que pensar de “2001: Odisseia no Espaço”. Com efeito, 250 críticos de cinema saíram da estreia, em Nova York, literalmente perguntando em voz alta: “Que porcaria é esta?”

Ao ver este filme pela primeira vez, era eu adolescente nessa altura, senti a falta das estrondosas explosões de Galáctica e de Star Wars. E, também eu, achei que aquele final seria um delírio psicotrópico induzido por algum LSD espaço-temporal.

Eu tentei evitar fazer isto desde que o filme estreou. Quando se verbalizam as ideias, elas parecem tolas, enquanto que, se dramatizadas, sentimos-las, mas vou tentar.

[Read more…]