RES – Rede de Expressos Sócraticos

Fotografia: António Carrapato/Lusa

As inscrições para a excursão de hoje estão fechadas, mas em breve haverá nova oportunidade para prestar tributo ao homem mais honesto da história deste país. Por um Portugal com mais Magalhães, mais Carlos Santos Silvas, mais divida pública, mais cursos tirados ao Domingo, mais inglês técnico, mais robalos, mais freeports em Alcochete e mais jogging na Praça Vermelha. Contra as tramoias criadas pela direita!

Porreiro, pá!

Comments


  1. Com patrocínio (político) exclusivo do António Costa e do Marcelo Rebelo de Sousa

  2. Paulo Marques says:

    Uma desses coisas não é como as outras.


  3. Pois, o homem não se devia poder defender…
    Será que João Mendes é um pseudómino de Carlos Alexandre?

  4. Rui Naldinho says:

    “A fé é que os salva,… daquela sensação do marido/mulher enganado/a.”
    Passo a explicar:
    O humano, em sentido lato, afeiçoa-se, apaixona-se, ama e acredita numa relação entre pessoas que o sensibilizam, ou cativam. Uma espécie de química. Isto acontece no amor, mas também na política. Muitos têm os seus fetiches, e acreditam nos políticos, seguindo-os como cães de fila.
    Tal como o corno manso defende a amada, ou o amado, mesmo sendo enganado amiúde, porque se recusa a assumir como corno, também estes dão numa de otários, acreditando na fidelidade de Sócrates aos principios do estado de direito, bom governo, às promessas por ele feitas, mas quase todas por cumprir.
    Fosse Sócrates da IURD e era vê-los a dar-lhe o dízimo.
    Duvido que Sócrates volte à política.
    “Já não tenho a certeza se ele não se transformará num Pastor, arrastando muita gente para o fanatismo religioso.”


  5. Incluindo Mário Soares?

  6. JgMenos says:

    A matilha cheira já a reinstalação do podre socialista…

    • Paulo Marques says:

      Socialismo? Onde?

    • ZE LOPES says:

      Aqui não cheira nada mas, ao super apurado olfato de V. Exa. nada escapa! Já pensou em oferecer-se à Judiciária para pisteiro? Talvez, finalmente se resolvessem casos como aqueles do Algarve…

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.