Há quanto tempo não ouvimos falar em greve nos estaleiros de Viana?

Ainda recordo que o PS esteve contra a privatização dos estaleiros de Viana do Castelo, alinhando com o PCP e BE, em defesa da coutada sindical do sr. Arménio. Passados alguns anos, o resultado salta à vista, a bem da economia portuguesa a construção de navios tomou o lugar das greves nas notícias…

Comments

  1. Carlos Almeida says:

    Como estariam agora a fabricar navios, se a máfia do Partido do Marcelo Caetano Recauchutado, vulgo, PSD, que governava o País, não tivesse entregue os Estaleiros de Viana do Castelo aos amigos da quadrilha do BPN

    • JgMenos says:

      É quase divertido pensar no presumido sucesso do estaleiro que trabalhava menos horas na Europa!
      Um couto da parvoeira esquerdalha!

      • ZE LOPES says:

        Atenção! Atenção! JgMenos acaba de conquistar mais um título! DPT! Dono da Parvoíce Toda! É o que faz um tipo ter a ambição de ser dono de si mesmo!

      • Paulo Marques says:

        Nem um submarino para o Eduardo VII houve…

  2. Rui Naldinho says:

    Oxalá os Estaleiros de Viana do Castelo fabriquem, vendam e recebam a massa dos muitos navios que ali se fizerem. Isso é aquilo que eu mais desejo. Porque se aquilo falir, tal como a Somague, que era uma das empresas do regime, ou mesmo a Soares da Costa, isto para não falar nos bancos, sei quem vai pagar a factura. Como de costume, o contribuinte.
    Não sei é se nessa altura a António estará disponível para escrever algum texto, sobre o assunto.

  3. Paulo Marques says:

    E tão bem que correu a Sorefame, a PT, a EDP ou os CTT… E a Auto-europa, as greves já a fizeram fechar?

  4. Daniel says:

    Mas, quando foi a ultima greve dos ENVC antes de serem “oferecidos” (com milhões de material deixados a preço de sucata)?!
    O resultado salta à vista?!
    Pois salta!…
    Os “amigos” do Aguiar-Branco ficaram com uns estaleiros todos equipados, com matéria-prima, com mão de obra especializada e com encomendas (que ele tinha “congelado”) – quase custo zero!!
    Com ofertas destas, até eu!…

  5. ZE LOPES says:

    Muito bem! Fizessem eles greve e os estaleiros já teriam sido deslocalizados aí para a Hungria ou a República Checa. Ou até para o Chade!

    Foi o que aconteceu com a Autoeuropa! Fizeram greve e aquilo foi tudo empacotado de noite em contentores e, a esta hora, já se produzem Eos nas Filipinas. E aí ai deles que façam greve! Vem o Duterte e abate-os a tiro! O liberalismo é maravilhoso!

  6. Nascimento says:

    Mas vocês ainda não perceberam que para o animal greves só ao domingo e depois da missa? óh meus o toninho nem BOTA CARAGO! óh toninho ; bai e não boltes e quando lá chegardes manda saudades que é coisa que cá não deixas!

  7. JgMenos says:

    É claro que nenhum dos treteiros fala dos centos de milhões que esse couto de esquerdalhos comeu do orçamento do Estado ao longo dos anos.
    Tudo pela boa causa dos trabalhadores guiados pelas bestas comunas.

    • ZE LOPES says:

      É capaz de ter levado ao Estado um pouco menos do que o couto dos direitrolhas banqueiros levou!

      Em breve veremos o seguimento do atual folhetim. Estes “investimentos” destinam-se, frequentemente a “alavancanços” cujo desfecho só se consegue ver passado algum tempo.

    • Paulo Marques says:

      Muito menos do que desvias por profissão.

    • abaixoapadralhada says:

      Maldito corvo !

      Não vomites que me fazes nojo !

  8. Ricardo Araujo says:

    Meus senhores não percam tempo a ler estes comentários.
    Não relatam a realidade e estão a denegrir uma grande escola que foi ENVC S.A.
    Como trabalhador, não me agradou o que lhe aconteceu.
    O poder político sobrepõe-se à vontade dos Portuguêses.
    Cumprimentos a todos os trabalhadores.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.