Pelo adiamento das eleições para a Direcção do FC Porto

As eleições para a Direcção do FC Porto estão marcadas para o dia 18 de Abril. Precisamente nesse fim-de-semana, o FC Porto desloca-se a Paços de Ferreira e o Benfica à Madeira. Faltarão então 5 jornadas para o fim do Campeonato.
A questão nunca se pôs nos últimos 38 anos por razões óbvias, mas nesta época – e doravante – deixa de fazer sentido realizar eleições na fase mais crucial. Temos um título para ganhar, nunca sonhámos estar tão perto e todos somos poucos para chegar lá.
Não interessa aqui em quem votará cada um de nós (a minha opinião é conhecida).
Jorge Nuno Pinto da Costa ganhará seja contra quem for e seja qual for o resultado do Campeonato, por isso a questão é outra.
O que interessa aqui é não criar ruído à volta da equipa de futebol. Nesta época, por maioria de razão, mas também nas que se seguirão.
Deixem-nos ser campeões e depois façam as eleições. No fim de Maio. No início de Junho. Mas sempre depois dos Aliados.

Comments


  1. Nesta altura já vão estar atras do Benfica outra vez…

  2. Dragartomaspouco says:

    Mas há eleições no FÊ QUÊ PÊ ???????

  3. Paulo Marques says:

    Tudo certo, mas acho que é consensual que se prefere falar aqui só na clubite partidária e deixar o entretenimento desportivo para outro lado.

  4. Fernando Manuel Rodrigues says:

    Tem razão no apelo que faz, mas infelizmente não acredito que o FCP tenha capacidade para se manter em primeiro tanto tempo.

    Enquanto estivermos a jogar com matarruanos toscos na frente, estaremos dependentes dos médios e defesas para marcar golos. Assim, vai ser difícil.

    • Paulo Marques says:

      Toscos? Comparados com quem?

    • POIS! says:

      Pois, mas há solução!

      Há um ponta de lança ainda sem clube que talvez o FCP possa inscrever. É um americano, o Bloomberg (jogou nos Muskogee Dragonflys), mas talvez envolva uma contratação multimilionária para um clube em défice, mesmo que seja mesmo muitissimo ligeiro, como é o caso do FCP.

      Há um outro, um tal Donald T. mas ainda joga nos Whitehouse Bandits e só deve estar livre na próxima época.

      A não ser possível, realmente o melhor é empurrar os médios para a frente e, consequentemente os avançados para além da linha de fundo. Assim poderiam funcionar como “apanhabolas expresso” permitindo a marcação ultra-rápida de cantos que poderiam dar em golos.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.