PCP tem medo de ficar atrás de Tino de Rans?

Imagem: RTP/Renascença

Já tinha ficado com a pulga atrás da orelha quando, no debate entre ambos, Vitorino Silva pediu a João Ferreira que aceitasse o convite para debater no Porto Canal. O candidato apoiado pelo PCP não respondeu. Soou estranho.

Hoje, o director de informação do Porto Canal, Tiago Girão, deu conta no Twitter (e mais tarde no próprio canal) que a candidatura de João Ferreira fez uma participação à Comissão Nacional de Eleições sobre os debates de Vitorino Silva contra os restantes candidatos, alegando que esses debates se transformariam numa vantagem de tempo de antena, favorecendo a candidatura de Vitorino.

A CNE emitiu, então, um parecer propondo à ERC uma medida provisória que impeça os debates em questão.

De acordo com a lei que regulamenta a eleição para a Presidência da República, no seu art. 46º, “Todas as candidaturas têm direito a igual tratamento por parte das entidades públicas e privadas, a fim de efectuarem, livremente e nas melhores condições, a sua campanha eleitoral.”, pelo que não me choca que os debates do Porto Canal sejam então, e olhando para a medida de forma isolada, cancelados.

Choca-me a atitude da candidatura de João Ferreira, candidatura essa que, no dia 28 de dezembro, em nota de imprensa publicada no seu site, dava conta de que o facto de Marcelo Rebelo de Sousa debater sempre em canal aberto, de acordo com a grelha de debates disponibilizada, lhe criava uma vantagem em relação às restantes candidaturas. Choca-me que a candidatura de João Ferreira apenas queira ver equilíbrio no tratamento a todas as candidaturas quando a sua sai prejudicada.

Isto porque não vimos indignação por parte da candidatura de João Ferreira quando Vitorino foi excluído dos debates; ou, mais tarde, quando foi remetido para a RTP 3. Apenas o próprio candidato teve de pedir, debate após debate, um tratamento igualitário por parte dos órgãos de comunicação social e empresas de sondagens.

É incompreensível que um candidato que se diz defensor acérrimo da Constituição perca a coerência num assunto de tão grave importância. Assim como é incompreensível Portugal ter, entre os seus candidatos ao mais alto cargo do País, alguém que tem de pedinchar um tratamento igualitário. É sintomático, como já por cá escrevi. Defendo que a candidatura de Vitorino não possa ter uma vantagem em relação às outras. É preciso é enquadrar as decisões no contexto em que essa mesma candidatura tem sido sistematicamente tratada de uma forma diferente.

Fica mal a candidatura de João Ferreira na fotografia e espero, sinceramente, que os eleitores apresentem um julgamento claro nas urnas. Lamento, pois o candidato apresentou uma excelente imagem nos debates. Os princípios contam muito. E, se a Constituição e os seus princípios são defendidos com unhas e dentes sob a bandeira de um “Portugal por cumprir”, então que o sejam sempre.

Tiago Girão afirma que o PCP tem medo de ficar atrás de Tino de Rans. Terá?

 

Comments

  1. JgMenos says:

    Ficou calado porque tem que perguntar aos patrões.

  2. Júlio Rolo Santos says:

    Tino de Rans vai ter uma boa votação e, para cúmulo, vai ficar a frente de André Ventura. É isso que dizem os astros.Esperem para ver e, o que vamos ver, é André Ventura pedir demissão do Chega, como o prometido.

  3. dragartomaspouco says:

    Se calhar porque o candidato do PCP não é adepto do FCP e como toda a gente sabe, o Porto Canal é propriedade visível ou encapotada dessa organização cri……a

  4. Paulo Marques says:

    Imagino que tenha a ver com a impossibilidade de forçar os primeiros debates em canal aberto, ao qual conseguiu falhar apenas um. Se for por aí, vejo coerência na posição. Mas não faço ideia.

  5. fmart@sapo.pt says:

    Mau é que seja o povo português a ficar atrás de Tino de Rans. É mesmo falta de tino.

  6. estevesayres says:

    Não sei, mas “Tino de Rãs”, vai ter mais votos do que, Ana Gomes, e o neofascista Ventura, quanto ao candidato do PCP, fica em último, já não falo no neoliberal, esse vai ficar na mesma posição que o João Ferreira…

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.