Passos Coelho e o preço dos combustíveis

A direita que suspira por D. Sebastião Passos Coelho passa os dias a vociferar contra os impostos, em particular os que incidem sobre o preço dos combustíveis. E eu quero aqui deixar claro que, no caso específico dos combustíveis (e eventualmente noutros que agora não me ocorrem nem são para aqui chamados) tenho que concordar com essa direita que aguarda, impacientemente, pelo regresso do Dr. Frankenstein do Bolsonaro de Loures. É demais, é um abuso e é um assalto ao bolso do contribuinte, não há volta a dar. O que não invalida que os combustíveis devam ser taxados. Devem, principalmente agora, que temos uma emergência climática em mãos. Mas daí até à extorsão vai ainda um longo caminho.

Mas era precisamente Passos, o “Desejado”, quem em 2013 afirmava, categoricamente, aquilo que pode ser lido ali em baixo, e que transcrevo: “Não podemos pensar em ter combustíveis mais baratos porque iria sair caro em termos ambientais”. E Passos não se referia apenas ao período da intervenção externa, mas também ao “futuro melhor”. O que nos coloca perante uma questão: o que teria feito Passos, caso governasse até hoje? E o que teria dito a direita? Com excepção do IL – honra lhes seja feita, esta malta não brinca na luta conta os impostos, concorde-se ou não com ela, pese embora muitos dos seus dirigentes e militantes mais destacados tenham feito parte da entourage de Passos – a restante direita meteria a viola ao saco e ia atestar o depósito para outra freguesia, de preferência do lado de lá da fronteira. Ventura incluído.

Comments

  1. JgMenos says:

    O facto de o Governo ser o mentiroso que dizia que o AUMENTO de impostos só se manteria enquanto o petróleo fosse barato, não tem importância nenhuma para quem tem PPC para todo o serviço de limpeza da canalha socialista.

    • POIS! says:

      Pois é!

      E que bom detergente se arranjou! Não há mesmo sujidade que resista!

      Nem Sócrateses, nem Vararas, nem Penêdodos…É só uma medida de PPC, passar por água e fica tudo a brilhar!

      “Detergente PPC, à base de permanganato, mais barato que o WC Pato!”

    • Paulo Marques says:

      É verdade, mas o argumento e os acordos institucionais e internacionais mantêm-se, bem como a teoria do “bom aluno”.
      Ou é a contra a estratégia europeia e não admite?

  2. Luís Lavoura says:

    o IL – […] pese embora muitos dos seus dirigentes e militantes mais destacados tenham feito parte da entourage de Passos –

    Quais são os muitos dirigentes e militantes destacados da IL que fizeram parte da entourage de Passos? Forneça por favor os seus nomes.

  3. esteves aires says:

    O Passos nunca me convenceu! Um tipo (para não dizer canalha), que dirigiu um governo de traição-nacinal com o apoio do Cavaco, como se pode acreditar nesta gente!!! Nem fascismo Nem social-fascismo! Rua com os Miguéis de Vasconcelos!

    • Filipe Bastos says:

      Passos é um fantoche, um sonso, um lacaio de mamões. Isso sempre foi tão evidente quanto a sua medíocre inteligência.

      Ainda assim, é verdade que quando chegou ao poleiro o país havia sido rebentado pelo 44. Passos foi péssimo, mas o grande, o maior desastre foi a máfia PS.

      A mesma máfia que voltou ao poleiro meros 4 anos depois, em completa impunidade. É o país-esgoto que temos.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.