Rendeiro e o empreendedorismo sociopata

A lata do bankster Rendeiro, em entrevista à CNN Portugal, a afirmar que só regressa ao país ilibado ou com um indulto, não surpreende ninguém. É o espelho da fina flor de uma oligarquia de delinquentes sociopatas, que abunda neste país e que se acha – e está – acima da lei e da plebe, depois de anos ao colo de conhecidos políticos e de alguma comunicação social. No caso de Rendeiro, amplamente elogiado pela imprensa económica durante anos, como se de um Horta Osório se tratasse, o grande colinho foi dado por Cavaco Silva, o português mais honesto de sempre, segundo o próprio Cavaco. Mas não foi o único. A dar colo ou a enfiar-se no bolso do criminoso foragido.

São todos muito empreendedores, grandes empresários e deuses do Olimpo da criação de postos de trabalho, mesmo quando não criam nenhum. Até ao dia em que o buraco se torna grande demais para tapar. Sorte a deles, têm sempre tempo para fazer muitos amigos, e um talento inato para o slalom debaixo de chuva. Nunca se molham e raramente vão dentro.

Comments

  1. Alexandre Barreira says:

    ….muitos “rabos de palha”…..até diria…..”palheiros democráticos”…..!!!

  2. Júlio Rolo Santos says:

    O país está cheio desta gente “honesta” mas, a malha da rede que os pesca, é demasiadamente larga para suster tanto peixe graúdo. São apanhados e logo largados, sempre por falta de provas.

  3. JgMenos says:

    Lá bem o abuso da generalização e da mistura do sector financeiro com tantos outros onde a iniciativa e empreendedorismo contam.
    Treta esquerdalha!

    No sector financeiro uma coisa é certa: onde há mais altos juros há mais alto risco; quem disser que não sabe disso, mente.

    Talvez seja Rendeiro o mentiroso – não me tem interessado a história.

    • Paulo Marques says:

      O Menos acha que há mercados livres, lol. Olha, e o empreendedorismo da Greensil, também foi bom?

  4. Democrata Cristão says:

    “não me tem interessado a história.”

    Claro.

    E a esquerdalha é que é treta

    • JgMenos says:

      Percebes alguma coisa de especulação financeira?
      Os tipos que iam ao BPP à cata de juros altos podem ter sido vigarizados; sabes como?
      Os bancos são fiscalizados pelo Banco de Portugal; sabes como?

      Treta esquerdalha é o que te interessa!

      • Filipe Bastos says:

        Os bancos são fiscalizados pelo Banco de Portugal; sabes como?

        Ah, essa eu sei.

        O Banco de Portugal utiliza dois métodos sofisticados: como todos os termos financeiros, esses métodos são descritos por siglas ou eufemismos (‘spreads’, ‘imparidades’, QE, etc.) para torná-los inacessíveis à plebe mais rústica.

        O 1º método, também utilizado pela classe política, é o LCB. Lamber o Cu aos Banqueiros. Este método tem a vantagem de poupar papel higiénico, assim ajudando o planeta.

        O 2º método, ainda mais rigoroso, é o ESTB. Está Sempre Tudo Bem. A sua eficácia foi tão notória no BPN, BPP, BES, etc., que é hoje praticado com ainda maior zelo.

        A correcta aplicação destes métodos é essencial para a CLC: Catapulta de Lambe-Cus. Sem esta, seria mais difícil a lambe-cus como Constâncio, Barroso, Juncker ou Lagarde ascender aos seus merecidos mega-tachos.

      • Paulo Marques says:

        São fiscalizados lendo o relatório interno, ou pago a quem quer serviço continuado, e desde que diga as coisas certas, está tudo bem. Seja uma ISO, seja as regulações financeiras, fiscalizar implicava dinheiro e funcionários públicos, e não dava jeito nenhum desperdiçar.

  5. Abstencionista says:

    Não vi a entrevista mas parece que o homem disse isto:

    “(…) o que acontece comigo e com a minha família, há uma diferença substancial. Evidentemente, o Doutor Ricardo Salgado é uma pessoa que, ainda hoje, é uma pessoa extremamente influente em Portugal. Os pagamentos que foram feitos dos célebres sacos azuis, ainda não são conhecidos os seus destinatários. É uma pessoa que tem muita informação sobre operações muito delicadas e intervenientes também complexos, portanto, é uma pessoa que é protegida pelo sistema. Há-que encontrar outro que, aparentemente é muito poderoso, mas que, como nunca pagou nada a ninguém, e como não tem segredos de Estado, então é um poderoso fraco”.

    (fonte CNN Portugal)

    Será que vai dizer uns “segredos” acerca dos comilões do regime?

    Como o tipo é meio escritor, pode ser que publique um livro sobre o assunto.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.