Porque é que o Chega odeia a dona Rosa?

Eis Rosa Pinto, uma mulher que trabalha desde os 11 anos, que comeu o pão que diabo amassou e que recebe 189 miseráveis euros de RSI. Ou, nas palavras da extrema-direita muito católica e pela família, uma parasita subsídio-dependente.

Porque é que o CH e o exército de André Ventura odeiam a dona Rosa?

Comments

  1. José Ferreira says:

    é pá deixa de ser otário e não ponhas as palavras na boca dos outros, o Chega não está contra isso… e não sou do chega.

    • POIS! says:

      Pois não!

      Não é contra. Segundo o Pastorinho deve é.. reduzir-se para metade. Foi o que propuseram nos Açores.

      E a seguir vem: é para se aumentarem as pensões dos que trabalharam! Com os 0,45% poupados vamos longe!

      Ou seja: reduzindo-se à ainda mais pura miséria as Donas Rosas conseguem-se uns aumentos…miseráveis!

      PS. Agora vou eu ser demagógico: e quanto custou o Baile dos Santos Populares promovido pela Irmandade do Quarto Pastorinho onde pulavam meia dúzia de acácios e acácias?

    • João L Maio says:

      Piada do ano, Zé.

      Parabéns, Zé!

    • João Mendes says:

      “e não sou do Chega” 🤡

  2. Carlos Silva says:

    É simples.

    Porque também não recebem….!!!

  3. Paulo Marques says:

    O Coisinho não quer saber da Dona Rosa, excepto como desculpa para acabar com o que lhe põe pão na mesa porque impede um feiticeiro de lhe fazer chegar mais.
    Amén. Reze mais, Rosa.

  4. JgMenos says:

    Cambada de chulos!
    Nada como exibir tadinhos para se chegarem à mama.
    O que fez a D.Rosa nos últimos 48 anos, pós-abrilada, para ter agora que viver agora com 189 euros?

    • Paulo Marques says:

      Não fez como a Dona Branca e não empreendeu. Devia ter comprado bitcoins… ah, espera…

      • POIS! says:

        Pois. Ou então…

        Deveria, pelo Menos, ter ido “trabalhar” para as áfricas nos bons tempos…

        A propósito: já lhe devolveram a Vosselência caminha de rede que lá deixou atada aos coqueiros da fazenda? Não? Que esbulho intolerável!

  5. luis barreiro says:

    És tão porco joão mendes, sabes perfeitamente que o chega e muita gente de direita e de esquerda não é contra o rsi a quem realmente necessita, o chega e alguma esquerda é contra o rsi a quem não quer trabalhar com idade jovem, vens com uma exemplo de 63 anos? máta-te.

    • JgMenos says:

      Gabo-lhe a paciência de tentar chamar à razão quem só na malícia encontra conforto!

      • POIS! says:

        Pois…o Menos a louvar o “barreiro”?

        Hummmm… A vara começa a tomar dimensão…

        O pior vai ser o preço das rações…Estão pela hora da morte…

        O abate parece ser o único caminho…

    • João Mendes says:

      Porca é quem te pariu, facho de merda. Vai lá ver a merda da narrativa do teu partido e diz-me quando é que as coisas foram colocadas nesses termos. A generalização é sempre a mesma e vai tudo para o mesmo saco. Agora vai rabiar para a puta que te pariu, sim?

      • JgMenos says:

        Um príncipe da ralé que se indigna, sempre mostra as suas cores.

        • POIS! says:

          Pois é!

          Assim, podemos definir as de Vosselência entre as da burra a fugir e da trampa salazaresca.

          Tem uma vantagem: de noite até passa despercebido.

    • Paulo Marques says:

      Se é gente que é a favor da diminuição dos postos de trabalho, bem podem dizer que sim, mas é treta. A maior parte desiste de procurar porque não há, e depois há os que existem para ficar com menos ao fim do mês.
      Apoiar quem trabalha é outra coisa.

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.