União Europeia?

Orbán fala sobre “raças puras” e não quer que húngaros pertençam a uma raça mestiça.

Comments

  1. Paulo Marques says:

    É um dos grandes vitoriosos do conflito. Fazer o quê com tão importante aliado para não pôr areia da engrenagem? Comer, calar, e atirar para as calendas. O normal.

  2. sep---50---50 says:

    A guerra da Ucrânia teve uma ”virtude”:
    – alertar o planeta para o patife da União Europeia.
    .
    .
    O PATIFE DA UNIÃO EUROPEIA NÃO TEM INTERESSE EM NEGOCIAÇÕES DE PAZ… O SEU INTERESSE ESTÁ NA ‘ARTE DA GUERRA’
    .
    O patife da UE recusa conversações de paz aonde se discutam dois tópicos óbvios:
    Tópico 1-> discutir a criação de condições para que os povos não interessados em vender as suas riquezas a multinacionais… possam viver em segurança no planeta.
    Tópico 2-> discutir a devolução de riquezas roubadas (Iraque, Siria, etc), isto é, empresas autóctones, e não multinacionais Ocidentais, a explorar as suas riquezas.
    .
    Durante décadas o patife da UE esteve em conluio com a implementação de caos (guerras, revoluções, golpes) em várias regiões do planeta:
    – aonde existiam governos não interessados em vender as suas riquezas…
    SIM:
    – inúmeros focos de tensão (Iraque, Líbia, etc) fabricados pelo Ocidente XX-XXI… culminaram exactamente, inevitavelmente, fatalmente, no mesmo resultado: a exploração de riquezas passou a ficar na posse de multinacionais Ocidentais.
    Mais,
    o cidadão da NATO sonha com uma Russia ao nível do Iraque, Líbia, etc, isto é, sonha com uma Russia no caos… e… multinacionais Ocidentais a fazerem compras no caos.
    .
    Um foco de tensão (armadilha) criado pelos gurus da NATO em conluio com os mercenários de Zelensky:
    – a ameaça de, via Ucrânia, estrangular a economia russa, leia-se: cortar o acesso da Russia ao oceano Atlântico.
    .
    Mais:
    – uma ‘barriga de aluguer’ (vulgo, governo ucraniano) do patife da UE, inspirados em Sun Tsu (dizem os políticos ucraniânos), diz que os acordos de Minsk não eram para cumprir… destinavam-se apenas a ganhar tempo no sentido de tornar o exército ucrâniano mais poderoso..
    .
    .
    Mais,
    O PATIFE DA UNIÃO EUROPEIA INVESTE NO SAQUE DA RUSSIA.
    [um território imenso com apenas 140 milhões de habitantes]
    —>>> armas da NATO para a Ucrânia e sansões económicas à Russia: o patife da UE espera, assim, colocar a Russia ao nível do tempo de Ieltsin.
    ..
    .
    O PATIFE DA UE USOU MILÍCIAS NEONAZIS PARA SILENCIAR OPOSITORES.
    – este patife mandou armas (e dinheiro) para uma ‘barriga de aluguer’ (vulgo, governo ucraniano) que utilizava milícias neonazis para silenciar opositores: nomeadamente aqueles que defendiam negociações de paz.

  3. POIS! says:

    Nada que me admire!

    Há uns anos (por volta de 2005/6) umas pessoas amigas foram fazer turismo à Áustria. Por lá conheceram, acidentalmente, numa cervejaria ou coisa assim, um casal de austríacos com os quais estabeleceram um diálogo de circunstância.

    Estranharam a conversa, que falava da complementaridade entre o “temperamento” do “sangue austríaco” e do “sangue húngaro”. Já não me lembro mas uns eram “mais frios” e outros “quentes”. Uma treta!

    Pelo meio, umas tiradas anti-semitas e opiniões como “Portugal e Espanha deviam voltar a unir-se numa monarquia comum”.

    Eram saudosos do Império Austro-Húngaro e já falavam de assuntos como o “excesso de imigrantes” e etecetras antes da explosão da extrema-direita na Áustria após dezenas de anos de domínio dos social-democratas.

    Ou seja, a conversa do Orbán não tem nada de novo. Como se intitulava de “liberal” e defendia “os mercados” foi recebido de braços abertos pelos direitolas europeus.

    Agora fazem-se de santos e querem que a malta creia que o tipo mudou e estão muito chateados.

    .

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.