Só por milagre

Convenhamos que a escola é muita: engravidar uma virgem e fazer um carpinteiro assumir a paternidade, patrocinar um Salvador e assim lançar uma religião mundial, não é obra para qualquer um.

Vem isto a propósito da “novela BES”, onde fico a pensar se não deveria ser legal, pegar numa qualquer empresa (uma carpintaria, por exemplo) que foi levada à ruína por gestão danosa, abrir uma outra empresa, passar para esta máquinas, trabalhadores, créditos cobráveis, inventário, património, saldos bancários, encomendas e demais activos, e deixar na empresa falida tudo quanto é dívida vencida, crédito de difícil cobrança, prejuízos, negócios de risco e outros sacos do lixo?

Depois, reflectindo melhor, concluo que não, pois teríamos sempre de estar perante a obra e graça do Espírito Santo, ou seja só por milagre.

Os inactivos ultrapassaram os activos…

Pela primeira vez o número de pessoas que não trabalham em Portugal ultrapassou as que trabalham!

 

Infelizmente, vitória atrás de vitória, o PS e o seu governo vêm caminhando, apressadamente, para a derrota final do país.

 

Maior desemprego de há 23 anos a esta parte, (10%) ; Déficite 8% ( não contando com a desorçamentação ); Dívida pública , acima dos 100% do PIB;

 

Ontem, na SIC -N , o Prof João Duque, admitia a hipótese de o governo não ter dinheiro para pagar o subsídio de Natal.

 

A UE aponta para um período de 8 anos, de estagnação da nossa economia, em que o PIB não vai crescer, o que quer dizer que não haverá criação de emprego. Haverá jovens entre os 30 e 40 anos que não mais terão emprego, a não ser que saiam do país.

 

A seita (oculta) que nos desgoverna ainda não está saciada. Estão desde 1996 no poder com uma interrupção de 2,5 anos, em que para nossa desgraça, esteve lá outro pândego, que ajudou ao afundanço.

 

E o Presidente da República, não diz nada sobre a má moeda afastar a boa moeda?

 

 

 

 

 

%d bloggers like this: