Lapela

lapela_rio_minho

Ramal de Famalicão

Há pouco mais de três anos, apostava comigo mesmo que o Ramal de Famalicão seria a primeira via férrea a retomar o serviço ferroviário no séc. XXI. Provavelmente, perdi mesmo a aposta.
Já por isso mesmo me muni de uma bicicleta para reaver os locais da infância.

Plena Via

Linha do Corgo, Portugal.

"Primeiro Intercidades Sem Comboio"

A antiga estação de Viseu. Foto retirada do grupo do Facebook de apoio (clique).

Deitou-me ao chão. Fui agora mesmo derrubado – a prosa poética de Fernando Ruas, edil de Viseu desde tempos imemoriais, prepara-se para bater mais um recorde (e, desta vez, não é o de dirigir a maior cidade europeia sem caminho-de-ferro).

Desta feita, Ruas vai mesmo é fazer “fazer o primeiro intercidades sem comboio”.  Tal vindo do homem que, na qualidade de autarca, deu uma mãozinha na demolição da antiga estação de Viseu, a dois passos do centro histórico, é de mestre. O mesmo Ruas exige mesmo o comboio na cidade e o povo (tendecialmente amnésico ou apenas estúpido) acredita e não pede contas. Todos se esqueceram que ao Cavaquistão se chegava por duas vias férreas (Dão e Vouga). Pornografia é….fazer um Intercidades sem comboio…

Portugal: Reprovado Com Distinção

Foto: FEVE1506Amarilla

A Linha do Tua passou com distinção à categoria de FINALISTA no concurso “7 Ex Maravilhas de Portugal“, sendo não apenas a mais votada, como tendo o dobro dos votos em relação à segunda classificada.”

E num momento em que Portugal dispõe de cerca de 90 km de via ferroviária métrica (outrora chamado “caminho-de-ferro económico”) dos cerca de 700 km de que já dispôs, no Norte de Espanha “o comboio dos pobres” está bem e recomenda-se. A FEVE, para além de serviços Regionais e de mercadorias em vários eixos dos seus cerca de 1,200 km de via métrica activa, explora também comboios turísticos.

A título de exemplo, o bilhetes para o Transcantábrico pode atingir os 6,000 euros (duas pessoas). É preciso marcar com dois meses de antecedência. Pode consultar o folheto 2010 aqui. Entretanto, nós por cá, preparamo-nos para fazer naufragar a Linha do Tua, notável obra de coragem e engenharia portuguesa do século XIX. E o Tâmega morreu, o Corgo também, no que resta do Sabor querem meter bicicletas, o Vouga e o Dão vão parir a maior ecopista do país, quiça do mundo…

Bicicletas Jam Lisboa Porto e Trofa

Engarrafamento de bicicletas na confluência de várias ruas e avenidas de que ouvimos os nomes todos os dias na rádio e na televisão, calçada de carriche, marquês, icê dezanove, crel, auto-estrada de cascais, segunda circular, eixo norte-sul, vcê-i, icê vinte e quatro, avenida faria guimarães, caldas das taipas e a circular de guimarães, toda a cidade da trofa que é uma estrada só, castêlo da maia, as putas na paragem do autocarro na via norte, a rotunda da areosa aquela via rápida da costa de caparica para almada e a praça da portagem naquele ponte que já está paga quatro vezes. Há fila entre a saída de pina manique e o nó de benfica. Túnel do grilo marginal de cascais, acidente sempre mortal na recta do cabo. Nacional 3 no carregado. Carro parado na berma. eia…!