Quem manda no PSD? Passos Coelho ou Marco António?

Tomada de posse do XX Governo Constitucional

A SIC fez ontem notícia do caso em que o deputado Miguel Santos se terá recusado a fazer o teste de alcoolemia invocando a imunidade parlamentar. O texto que publiquei na passada segunda-feira e que serviu de base aos meus pedidos de abertura de inquéritos ao sr. Ministro da Administração de Interna e ao Director do DCIAP, relativamente a este caso que envolve o deputado do PSD, ainda não obtiveram qualquer tipo de resposta.

O pedido que também fiz anteontem ao Presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, para retirar a confiança política e abrir um processo disciplinar a Miguel Santos também ainda não obteve qualquer resposta. Aliás outras missivas que, nos últimos meses, tenho enviado, através de email, para o Presidente do PSD também não têm obtido qualquer resposta.

Parece-me que perante as muitas situações que são públicas é caso para perguntar: afinal quem manda no PSD é Pedro Passos Coelho ou Marco António Costa?

Talvez fosse muito útil ao nosso País saber quem é o presidente de facto do PSD. Os portugueses mereciam ter esta resposta para poderem saber com o que contar do Partido Social Democrata até porque uma coisa é Passos Coelho, outra coisa completamente diferente é Marco António.

Estou convicto que os portugueses terão estas mesmas dúvidas e partilharão das minhas opiniões e preocupações no que diz respeito à verdadeira e efectiva liderança do PSD.

foto@rr

Mais uma do sr. deputado Miguel Santos…

miguel_santos

Hoje o Correio da Manhã, no seu website, noticia que, ontem, o deputado do PSD, Miguel Santos, recusou submeter-se ao teste de alcoolemia depois de ter sido parado pela PSP quando seguia de moto, às 5 horas e 5 minutos da madrugada, na Avenida do Brasil, no Porto. O argumento do deputado Miguel Santos para se recusar a fazer o teste do álcool foi segundo o agente da PSP a “ imunidade parlamentar “.

Mas qual é o cidadão português que se pode recusar a fazer um teste de alcoolemia refugiando-se na “ imunidade parlamentar “? Então os deputados, governantes, conselheiros de estado, presidentes da república porque possuem imunidade parlamentar podem andar nas estradas portuguesas alcoolizados, livres de fazer testes de alcoolemia, correndo o elevado risco de matarem cidadãos portugueses que vão tranquilos e sossegados na estrada ou na via pública? E já agora estes indivíduos que ocupam estes diversos cargos públicos podem desobedecer às autoridades tendo por base a “ imunidade parlamentar “?

Mas o mais curioso é que o deputado Miguel Santos na mesma notícia disse “ Eu não tinha bebido álcool, aliás, nem bebo”. Então qual era o problema para fazer o teste da alcoolemia? Este senhor só pode estar a tentar fazer de todos os portugueses parvos.

[Read more…]