O Alergénico Efeito Dias Loureiro

Tenho andado a consumir, consumido, este documentário de pornografia nacional pura e dura. Faço-o lentamente em desgostosa degustação magoada. mas é especialmente ao deparar-me com o depoimento de Dias Loureiro, célebre na fácies de insana infelicidade por ter abarbatado não poucos milhões à canzana sobre a Lei, um «trabalho insano, porque é insano, sabe?», que me acontece ficar todo do avesso e passar-me completamente dos cornos cívicos. É o efeito alergológico Dias Loureiro.

Deve ser inveja, sei lá. Penalizo-me de reagir assim, a quente e a frio, com os nossos azeiteiros da política, todos eles tão iguais, nada frugais, mas sucessivos, friso habilidoso de vampiros que perderam contacto com o mundo real, este, nosso, e lá vivem nesse planeta que nada tem a ver com o nosso empobrecimento inexorável e conformação à estupidez de a aceitar. O que nos aparece nesse documentário é um Dias Loureiro acabrunhado, coitado, triste e infeliz, de voz arrastada e olhos baixos, entaramelando o discurso como se em trânsito por um luto insano. [Read more…]

Ratinha húmida e peludinha no Jornal de Notícias

Adivinha: estes dois anúncios deviam ter sido publicados no «Jornal de Notícias». Um foi publicado, o outro foi censurado.
Qual é que foi censurado e qual é que foi publicado?
Pois, pois, o JN é muito criterioso na escolha dos seus anúncios…

Do YouTube ao PornoTube

http://www.pornotube.com/player/v.swf?v=bT0xNjk5NzYxJmFtcDtsb2NhbD1mYWxzZSZhbXA7dT0zNg==
O YouTube abriu há 5 anos um novo mundo na pantalha virtual. Como o Google, por exemplo, embora a uma dimensão menor. Hoje em dia, faz parte do nosso dia-a-dia. E como não poderia deixar de ser, começaram a surgir os derivados. Só se copia o que é bom. E assim nasceu o TeacherTube, dedicado aos professores; o Tangle, dedicado aos cristãos; o Totlol, dirigido às crianças; o GifTube, especializado em animações; o ShoeTube, sobre sapatos; o PornoTube, para amantes do porno, e muitos mais.
Completamente ao calhas, escolhi este último para destacar. É um site que funciona exactamente como o YouTube, com a diferença de que é restrito a menores de 18 anos. Quem quer aceder tem de colocar a sua data de nascimento, o que, como se supõe, evita desde logo a entrada de menores. Iam agora os putos mentir quanto à sua idade!
Depois de entrar, tem várias secções, dirigidas a hetero ou gays e uma caixa de pesquisa que permite ir directo ao tipo de vídeo que se quer ver. Diz que é um site muito educativo. Eu não sei, que nunca lá entrei…