Grupo Tecnovia recruta escravo

escravatura_branca
Camilo Queiroz

É mais um caso de escravatura branca mas sem aquela irritante desculpa de que se trata de “estágio académico” e que os estudantes até deveriam agradecer a sodomia a que os submetem. Diz assim o anúncio:
“O Grupo Tecnovia, fundado em 1973, opera em três continentes, gera um volume de negócios anual de 330 milhões de euros. (…)
Procuramos, para realização de um estágio não remunerado que se dividirá em 2 fases: Portugal e Angola“.
Os candidatos ao estupro podem enviar a sua candidatura para recursos.humanos@tecnovia.pt. Levem vaselina com fartura.
tecnovia_escravatura

Trabalho Escravo em Almeirim

procura-se-escravo
“Procura-se casal ou pessoa só para viver em propriedade agrícola na zona de Santarém,
sem ordenado.

PRETENDE-SE:
– Mais de 50 anos;
– Gosto pela vida no campo;
– Transporte próprio;
– Capacidade para tratar e manter a propriedade na ausência dos seus proprietários.
OFERECE-SE:
– Casa mobilada (1 quarto);
– Despesas de água, luz e Tv Cabo;
– Terreno para pequeno cultivo e criação de pequenos animais.[Read more…]

Esta gente podia

ser menos exploradora?

Podia, mas não era a mesma coisa!

E se os papás da linha de Cascais não pagassem o infantário?

“não temos budget para nada”

trabalho-escravo

Procura-se “jornalista m/f” para trabalho escravo.
Os interessados podem ser sodomizados aqui.

Farmácia Recruta Escravos

ou servos, dá igual.