Redes demasiado sociais

O conceito de redes sociais, tão badalado nos dias que correm, baseia-se em grande parte na ideia de que todos podemos ser amigos, amigos dos nossos amigos, amigos dos amigos dos nossos amigos e por aí adiante…

Como acontece na vida off-line, qualquer um é livre de escolher os seus amigos (e até inimigos), ou não fosse a Internet o expoente máximo da liberdade individual.

Ora esta teoria, como qualquer outra, encontra frequentemente na prática obstáculos da mais diversa natureza. Neste caso, o obstáculo foi criado pelo Comité de Ética do Supremo Tribunal de Justiça da Flórida, que entendeu que isto de escolher os amigos é muito bonito, mas dentro de determinados limites. E quem define esses limites? O dito Comité, claro está!

[Read more…]