Sim, façam obras e comprem equipamentos…

… que depois é tudo para mandar para o lixo.

Comments


  1. Pois eu acho muito bem pois não há nada como um país “limpo” de vícios – 10:45 camões e cervantes e os filipes em Belém Francisco Contretas acha que há grande dinamismo económico entre os países irmão e na AR a lira e mais não sei quem receberam os principes – o que é que estes tipnhos ve~m aqui fazer – já há uns anos não gostei do sr filipe de bourbon e do que disse na AR – desta vez nem ouvi – se calhar nem falou – sorriu e mostrou a sua bela mulher

  2. Zuruspa says:

    É muito bem feito. Mas näo se estava mesmo a ver que a “semi-proibiçäo” era só para fazer os pacóvios gastarem dinheiro? Agora amanhem-se! Peçam aos 25% da clientela (que säo quem efectivamente fuma) que lhes paguem o prejuízo!

    O certo e sabido é que quem näo instalou exaustores (uns por näo terem dinheiro, outros por convicçäo) näo perderam clientes, antes pelo contrário, mesmo que no início algum tenha saído vieram 5 ou 6 em seu lugar. Eu, por exemplo, nunca mais entrei em estabelecimento nenhum onde se pudesse fumar.


  3. Até acho bem que não se fume em espaços fechados recebendo público, mas nos carros de cada um?!
    O exagero no aperto da legislação tem dois efeitos (serão desejados?) muitos mais fumadores serão apanhados a transgredir a insana legislação, florescerá o tráfico ilegal de tabaco (ou outras dependências).
    Haverá repressão musculada e caça à multa, já estamos acostumados.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.