Crónicas do Crato (2)

nuno carto 2
Interpelado sobre o desemprego de professores e outros problemas ligados à sua (não) colocação e convidado a explicar a relação desta situação com a existência de numerosas turmas com 30 ou mais alunos, Nuno Crato, na sua canhestra retórica (pensei no facto de os meus amigos matemáticos terem, geralmente, um discurso fluente e articulado mas, depois, lembrei-me de que Nuno Crato é, de formação de base, economista…) explicou: era tudo por causa da queda demográfica, que fazia rarear os jovens em idade escolar. Tudo. Implicitamente, parecia que o confuso discurso do ministro veiculava a bíblica exortação “crescei e multiplicai-vos”. Cuidado, porém, meus amigos ainda férteis! Antes de vos atirardes às exaltantes actividades conducentes à reprodução da espécie, derrubai este governo e vacinai o povo contra o regresso desta peste. Senão, quando os pimpolhos resultantes do vosso patriótico entusiasmo chegarem à idade escolar, não haverá mais professores. Haverá turmas de 50 ou mais alunos.

Comments

  1. Hildeberta Santos says:

    Gostei do comentário e do conselho
    e acrescento. “Mais facilmente um frade se torna ladrão do que um ladrão se torna frade”.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.