Urinóis: públicos ou privados?

Costumo ir a banhos para sul, mais especificamente para o Algarve. E para além de outros rituais sempre que lá estou, gosto de ir a Vilamoura à noite dar um passeio na marina e comer um gelado. Assim fiz. Como o jantar em casa foi mais regado, e estou a tomar diuréticos, lá tive que ir ao WC da marina, que é privado. Cobram 30 cêntimos para ir à mijinha da ordem.
Mas o que me admirou não foi isso. É que na semana anterior tinha ido a Campanhã buscar um amigo, e ele, apertado como vinha, foi ao WC da estação. Além de estarem um pouco sujos, cobram 50 cêntimos pela dita mijinha.
Claro que há-de haver uma explicação para esta diferença, mas que é estranho, é.

Comments


  1. Tenho uma estória terrivel numa dessas casas de banho de moedinha – também no algarve – entrei sem colocar moedinha e… senti na pele o processo de desinfeção 🙂 – deixo o link para o post onde conto o dia em que queria ir à casa de banho e saí de lá como um pinto! http://agoradigoeu.wordpress.com/2014/03/05/a-minha-relacao-com-as-casas-de-banho-de-moedinha/


  2. E o pior é que nem inclui a sacudidela da ordem…


  3. No privado os preços são mais baixos porque são bem geridos.
    No publico são caros porque existe má gestão.
    Fácil.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.