O Santo Ofício

À procura do D. Sebastião. Envergonhavam a PIDE!

Je suis Sebastião Pereira.

RIP

Li isto. E depois vi a capa do Público de ontem. E mais tarde li este comunicado.

E depois de ver que no Público de hoje nem uma linha sobre esta matéria (a da capa, porque o que interessa é a oposição interna ao Passos Coelho), percebi. O Público, que estava moribundo, morreu na noite de S. João.

 

 

Isto é que é a ética republicana?

O 1º Ministro pede (por despacho) esclarecimento urgente ao Instituto Português do Mar e da Atmosfera, I.P., à Autoridade Nacional de Protecção Civil e à Guarda Nacional Republicana? E os ministros, secretários de estado que tutelam, formalmente e politicamente, aqueles organismos?

Sem vergonha na cara!

A posição do Bloco de Esquerda sobre os incêndios em 2015.

Em 19 de Junho de 2017, no twitter de Catarina Martins, às 9.40: “Que venha a chuva. Bom dia.”

 

Ah! E o pantomineiro era o outro!

Um disse isto, o outro disse aquilo . E em Pedrógão Grande! E agora ninguém lhes pergunta nada?

E o Crivelli? Ainda hoje me rio!

O sistema de retribuições e as barragens da EDP, sempre a bombar! Quanta hipocrisia!

Que invejoso!

Outra deste (além da aldrabice do Mestrado).

Cito George Best, futebolista do MU,  “Gastei muito dinheiro em bebida, mulheres e carros rápidos. O resto gastei mal gasto”.

Louçã no Banco de Portugal

Também conhecido pelo tele-evangelista vai para o BP. Ah! Deve ser para ajudar a vender o Novo Banco!

Porquê?

O BE e o PCP não querem saber o que se passou na CGD (antes da novela Domingues).

Porquê?

Predrag Matvejevitch

Morreu dia 2 de Fevereiro. Escritor, mas também geógrafo, historiador, narrador, poeta.

Relembro o texto de  Bernard Henri-Levy.

Fumei mas não inalei

A conferência de imprensa do Ministro das Finanças fez-me lembrar o Clinton, fumei mas não inalei!

Um exemplo de cidadania

Numa altura em que as questões de integração/segregação estão na ordem do dia, há quem, de forma discreta, esteja a promover o acesso à Cultura (teatro, museus, monumentos, espectáculos,etc).  Esse acesso é entendido, e bem, a três níveis, acesso físico, social e intelectual.

Estou a falar da Acesso Cultura (https://acessocultura.org) uma associação sem fins lucrativos de profissionais da cultura e de pessoas interessadas nas questões de acessibilidade (física, social e intelectual). Fazem um trabalho exemplar, tentando colocar as questões de acesso na ordem do dia. Maria Vlachou, uma das fundadoras, explica aqui o que fazem.

Muitos parabéns!

Grande Moreirense

Parabéns ao Moreirense!
A sorte é não terem o  FDP * como Presidente da Câmara.
*Fanático do Paleolítico

Palavra dada, palavra honrada

“3. Não constará do Programa de Governo qualquer redução da Taxa Social Única das entidades empregadoras.”

Tirado daqui

LOL!

Foi apresentada/inaugurada, com pompa e circunstância (à parte a falta de pilhas no comando que ligaria a luz), a nova peça de Joana de Vasconcelos. Um galo de Barcelos à beira-Tejo.

Ao longe ouviam-se as grandes gargalhadas de dois Antónios, o Oliveira Salazar e o Ferro!

Conversa da treta de uns, o silêncio de outros

A albufeira do rio Tua está a subir. Com isso desaparece todo um ecossistema ribeirinho, e um bocado de todos nós. Sobre este crime (construção da barragem do Tua),  temos conversa da treta que lava mais branco,  o silêncio cúmplice de uns (PS/Sócrates/PSD/Passos Coelho/Francisco José Viegas/CDS-PP/Paulo Portas e Assunção Cristas) e o silêncio ensurdecedor de outros (PCP, BE, Partido Os Verdes e PAN).

A sério?

Os jotas do CDS/PP convidaram uma ex-ministra da educação de um governo do PS como palestrante numa espécie de Universidade de Verão daquele partido. Maria de Lurdes Rodrigues de seu nome, deixou-nos pesadas heranças, desde logo a Parque Escolar ( problema que Passos Coelho e Paulo Portas empurraram com a barriga). Os professores sabem quem é a personagem e conhecem bem o resto da herança.
Se os jotas do CDS/PP querem aprender como se fazem ajustes directos aos amigos, é lá com eles. Mas agora a propósito de declarações de Nuno Melo (CDS/PP) dizerem que foi “porventura a melhor Ministra da Educação desde o 25 de Abril” ?
Como dizia um ex-comentador da TVI na sua missa dominical “isto não lembra ao careca!”

E novidades?

Um subdirector-geral vai a uma jornada tipo Universidade de Verão partidária (jotas do CDS/PP) e profere declarações sobre assunto que ele próprio tutela, como se não tivesse nada a ver com isso. Formalmente António Filipe Pimentel é subdirector-geral da DGPC (entidade que tutela o Museu Nacional de Arte Antiga), e o MNAA tem um director. Mas é o subdiretor-geral que assume a pasta. A situação resulta de uma reestruturação efectuada pelo governo PSD/PP, reestruturação essa muito criticada, e que recuperou o que o último governo de José Sócrates tinha decidido mas não executado (já que caiu entretanto). Confuso? Sim, é mais uma trapalhada do governo José Sócrates/Gabriela Canavilhas , a que Passos Coelho/Paulo Portas/Francisco José Viegas/J. Barreto Xavier deram seguimento e executaram. O resultado está à vista. O actual Ministro é surpreendido pela situação.

Pafadas e geringonças, é o que é.

Pode repetir?

Hoje Dilma Rousseff foi deposta após votação no Senado (61 votos a favor e 20 contra). Este texto de Francisco José Viegas é esclarecedor sobre o estado a que o Brasil chegou.
O PCP classificou a destituição como golpe de Estado institucional, e segundo o mesmo comunicado o golpe agora consumado está incluído “numa ofensiva mais ampla do imperialismo norte-americano e das oligarquias latino-americanas visando recuperar posições perdidas, derrotar os processos progressistas em países como a Venezuela, a Bolívia, o Equador, a Nicarágua, destruir os avanços de integração solidária anti-imperialista que percorrem a América do Sul e Caraíbas”.

Percebe-se, a democracia para o PCP é uma táctica. Nada mais. Mas, processos progressistas na Venezuela? A sério?

A lei? Olha quem fala…..

“As leis são boas consoante quem as aproveita”. E cumpri-las? Pois é, lembrei-me logo da Barragem do Tua!

O silêncio é de ouro versus conversa da treta

O que disseram o 1º Ministro António Costa e o líder do PSD Pedro Passos Coelho sobre o caso das viagens dos Secretários de Estado (deste governo) e dos deputados (do PSD)  ao Campeonato da Europa de Futebol?

E o que disseram Catarina Martins e  Jerónimo de Sousa?

Citando Arnaldo Matos “Isto é tudo um putedo!

Quem te manda a ti sapateiro tocar rabecão?

A questão da isenção do IMI no  Património Cultural continua na ordem do dia. Mais uma vez grassa a ignorância, a confusão, e claro, a incompetência. Sobre este assunto da isenção do IMI nos chamados Centros Históricos há que esclarecer o seguinte:

-a Lei dos Benefícios Fiscais não isenta qualquer Centro Histórico de IMI;  a lei determina que o Património Cultural (igrejas, castelos, palácios, casas senhoriais, quintas, centros históricos ) classificado como  Monumento Nacional  (muitos deles propriedade privada) estão isentos de IMI, e o Património Cultural classificado individualmente como de Interesse Público. Quer isto dizer que se porventura há um Centro Histórico que seja classificado como de Interesse Público, os bens situados nesse espaço não estão isentos de IMI, salvo se cada uma das parcelas (casas, terrenos) fosse classificada individualmente.  Pelo contrário, se há algum Centro Histórico que é classificado como Monumento Nacional, todos os bens (casas, terrenos) deverão ser, à face da lei, isentos de IMI; [Read more…]

A nova Praça do Império (otomano)

 

10_stalin_retoque

Foto retirada daqui

Notícias recentes dão conta da alteração dos jardins da Praça do Império. Não devemos ter complexos com a História e com o passado. Questionar o passado? Sim, sempre. Estudar o passado? Sim, sempre. Apagá-lo? Não. Isso é o que muita gente durante a História recente fez e continua a querer fazer. Seja de um passado recente (troika, austeridade, etc.) seja de um passado mais remoto. É triste.

Jornal de referência…….

O Público de ontem trazia um extenso trabalho sobre o caso do Museu da Presidência da República. Nem uma palavra quanto ao facto do não cumprimento da lei no gasto dos dinheiros públicos.

À margem da lei

A semana passada soubemos que o Director do Museu da Presidência da República foi detido pela PJ. Em causa uma série de suspeitas de crimes de corrupção, peculato e participação económica em negócio. Ainda terá beneficiado algumas empresas na contratação de bens e serviços, lucrando directamente com esses negócios.
De 2006 a 2015 teve à disposição um montante anual significativo. Em média 1,3 milhões de euros por ano. Não é coisa pouca. Como o dinheiro foi gasto não sabemos. Mas deveríamos saber.
Todos os organismos da Administração Pública (Central, Regional e Local) são obrigados a publicitar no portal www.base.gov.pt a contratação de bens, serviços e obras, nomeadamente os montantes, o tipo de contratação e quem contratam. Essa obrigação permite aos cidadãos “fiscalizarem” onde o dinheiro público anda a ser gasto. A Presidência da República nunca o fez. Foi várias vezes inquirida e o caso denunciado publicamente pelo blog madespesapublica.blogspot.com .
O ex-Presidente Aníbal Cavaco Silva não cumpriu nem fez cumprir a lei. E o actual Presidente? A ver vamos, como diz o cego.

Sondagens

Ora saem mais umas sondagens. Não de cá mas da Grécia. E como dizia o Pessa, e esta hem?

Panama Papers

Para quem quiser procurar e cruzar informação sobre os ditos Panama Papers.

A falta de vergonha

Miguel Torga citado na inauguração do Túnel do Marão. A falta de vergonha institucionalizada.Nada que  surpreenda.

Outro fascista!

Ouve-se e não se acredita. Encerrar os orgãos de comunicação social privados? Como disse? Outro a querer que sejamos todos norte-coreanos!

O mundo está perigoso!

O ex-primeiro ministro José Sócrates disse numa entrevista que não assumiria a liderança do governo se não ganhasse eleições. Também disse, na mesma entrevista e a propósito de outro assunto, que pela primeira vez estava de acordo com Ana Gomes.